INFORMAÇÃO<Guia de raça << CHIHUAHUA >>
  


CHIHUAHUA: COMO DRIBLAR OS PIRATAS

 
 


CHIHUAHUA: COMO DRIBLAR OS PIRATAS

Para se obter um bom Chihuahua é preciso cuidado. Veja como evitar os muitos mestiços que há por aí. Ele é o menor cão do mundo. Pode chegar a apenas 15 cm de altura e só 500g de peso, despertando um certo fascínio nas pessoas. Afinal, um cãozinho que pode ser levado a qualquer lugar, até dentro do bolso, e que se acomoda sem problemas em pequenos ambientes, é muito atraente. Entretanto, há anos a raça é pouco registrada em nosso país, pelo provável desistímulo causado por sua difícil reprodução, devido a fatores como ninhadas médias de apenas 2 filhotes; fêmeas que não entram no cio ou não querem cruzar; machos cujos testículos não descem à bolsa escrotal; necessidade de cesariana devido às cabeças grandes dos filhotes e a necessidade de ajuda no parto para romper a placenta e cortar o cordão umbilical.

O IDEAL


Esses problemas elevam o preço da raça e atraem criadores inescrupulosos que fazem mestiçagem para produzir e vender mais, mesmo porque é difícil encontrar parceiros para acasalar. Para não ser vítima destes "piratas" da criação, aprenda a identificar os bons exemplares, observando basicamente a cabeça que, desde filhote, é bem característica. Deve ser grande, bem arredondada e harmoniosa em relação ao corpo. Grandes também são os olhos - redondos, bem separados, sem ser protuberantes - e as orelhas com inserção baixa (lateral), que começam largas na base diminuindo gradualmente até a ponta ligeiramente arredondada. O stop (onde o focinho encontra a testa) deve ser muito pronunciado, profundo e largo e o focinho, curto e reto, mais largo na base que na ponta. Outra referência são as pernas, de tamanho médio.

MESTIÇAGENS

No Brasil mistura-se Chihuahua Pêlo Curto com Pinscher e com Fox Paulistinha, mais baratos, populares e com ninhadas maiores (cerca de 4 filhotes), informa o criador Waldir Augusto Fagundes, do Canil Morada do Chihuahua, em Porto Alegre - RS. Percebe-se o mestiço com Pinscher pela cabeça menos arredondada, orelhas menores, mais verticais (inserção mais alta) e juntas, focinho mais comprido com stop menos pronunciado, olhos menores e pernas mais longas. O mestiço de Fox Paulistinha é semelhante ao do Pinscher, mas com os olhos e pernas mais parecidos ao do Chihuahua. No México há cruzamentos do Chihuahua Pêlo Curto com o Pelado Mexicano, que geram pelagem rala na cabeça (falta grave), stop menos pronunciado e cabeça mais achatada. A variedade de Pêlo Longo, com pelagem de densidade moderada, é mestiçada para ficar mais peluda e vendável. Cruzada com o Papillon, é identificada por ter pêlos compridos na frente das pontas das orelhas (no puro Pêlo Longo são mais profusos atrás das orelhas). Com o Lulu da Pomerânia as orelhas tornam-se pequenas, com uma "juba" de pêlos no pescoço e crânio mais achatado. Depurar os mestiços, mesmo os semelhantes aos puros, exige até 10 ou mais gerações de cruzamentos com legítimos, o que é muito trabalhoso, segundo ensina Moacir Carlos Simão, do Canil Moliedi, de Blumenau - SC. Portanto, é fundamental assegurar-se da boa procedência antes da compra. Há característica do Chihuahua que não podem ser alteradas, como fazê-lo produzir mais filhotes. Mas pode-se obter Chihuahua Pêlo Curto com pelagem mais densa, introduzindo-se um Pêlo Longo a cada 3 gerações e evitar que a pelagem dos Longos enfraqueça, introduzindo um Pêlo Curto com a mesma freqüência. Outra opção para ambas as variedades é cruzar com bons exemplares de linhagem americana, de pelagem visivelmente mais densa, conforme pede o padrão do American Kennel Clube, que difere do nosso baseado na Federação Cinológica Internacional. Para evitar problemas de parto ou acasalamento usam-se machos em torno de 1 kg e a fêmea de maior porte.

 FICHA

Peso:
pode variar de 500g a 2,5kg, sendo ideal entre 1 e 2 kg. Cuidados: até os 9 meses evitar quedas e apalpar a moleira (comum na raça).

Banhos após última vacinação (aos 4 ou 5 meses), quinzenais no verão e mensais no inverno, sempre em dias de sol e por volta do meio-dia. O comum acúmulo de tártaro nos dentes, pode ser evitado com escovação diária com escova e pasta específica para cães (em pet shopes) ou com uma solução de Digluconato de Clorexidine a 0,12% (em fármacias de manipulação).

Local: muito friorento, deve dormir sobre panos ou jornais picados, em lugar seco e sem correntes de ar. A criadora Elvira Marreto Santos, do Canil Rafeiro, no Rio de Janeiro - RJ lembra que por ser muito frágil e delicado, até os 60 dias convém deixá-lo totalmente resguardado para evitar que seja pisado. Após os 60 dias pode circular livremente desde que o ambiente não seja muito movimentado (pessoas e outros animais).
 


Agradecemos aos entrevistados inclusive pela revisão deste texto, da qual participou também Hilda Drummond. Consultoria: Moacir Carlos Simão. Reportagem e redação: Carmen Olivieri. Edição de Texto: Marcos Pennacchi. Foto.: Luiz Henrique Mendes Prop.: Canil Bewilana/SP
Direitos autorais do texto: Cães&Cia, é proibida a reprodução total ou parcial do texto

 
  
conheça também: