O profeta e os ossos secos...
A BÝblia em Bytes online - Revista Eletr˘nica
http://www.bibliabytes.com.br

No vale de ossos secos somente o profeta vê vida... É com esta perspectiva que iniciamos nossa reflexão sobre um homem chamado Ezequiel, que numa experiência fantástica é "levado pela mão do Senhor em espírito" a determinado lugar onde Deus haveria de lhe falar. Às vezes, Deus escolhe lugares inesperados para nos ensinar a proferirmos a sua palavra. Foi isto o que Deus fez com Ezequiel, quando levou-o a um vale do ossos secos. Em sua descrição do lugar, ele fala assim: "e eis que eram mui numerosos (os ossos) sobre a face do vale, e estavam sequíssimos" (Ez 37.2).

O que deve ter passado pela mente do profeta naquele instante? Ele deve ter pensado: "Deus, que coisa terrível; estou rodeado de morte; não consigo ver aqui nada além do domínio da morte". Em meio a esta circunstância, vem então a pergunta de Deus: "Filho do homem, poderão viver estes ossos"? Parece que Deus está brincando com o profeta quando lhe faz esta pergunta, mas Deus está falando sério. O profeta já havia notado que os ossos eram muitos e que estavam ali há muito tempo, pois estavam sequíssimos. Como poderiam então viver? Toda a aparência humana já não existia há muito tempo, e qualquer esperança de vida inexistia, pois o que se via eram somente montanhas de ossos sem vida, do que outrora parecia ter sido um grande povo.

Mas estamos falando de duas pessoas diferentes: um profeta e Deus. E quando menos se espera Deus profere uma ordem: "Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: ossos secos ouvi a palavra do Senhor" (Ez 37.4). Ezequiel deve ter pensado: será que estou ouvindo direito: devo falar a palavra do Senhor à estes ossos secos? Será que ja estou ficando louco? Às vezes, as ordens divinas nos parecem loucuras, devaneios mentais ouvidos ocasionalmente. Mas quando Deus nos dá uma ordem, ela deve ser cumprida. Notamos aqui que Deus busca no profeta duas coisas: a fé para crer no impossível e a obediência para presenciar a realização do inacreditável. Então o profeta, em obediência ao Senhor profere as palavras: "Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis". Aqui duas coisas acontecem: o profeta fala em nome do Senhor Deus a sua palavra e ordena ao espírito que assopre sobre os ossos para que vivam.

Aqui os dois ingredientes citados anteriormente são fundamentais: fé e obediência, pois este é o momento chave do episódio, pois o profeta obedeceu à Deus ("e profetizei como ele me deu ordem"; v.7) e agora aguarda o desenlace do episódio. Creio que o profeta teve uma grande surpresa quando viu o que aconteceu, pois o milagre estava acontecendo diante de seus olhos, pois "houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um reboliço, e os ossos se juntaram, cada osso ao seu osso". Imagine esta cena: num grande vale, ossos voam à procuram de seus pares, ossos batendo em ossos e esqueletos sendo formados como um grande exército de caveiras à frente do profeta; e de repente, "e olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito".

Novamente a cena foi chocante, pois os esqueletos agora recebem cobertura de nervos, carne e pele e o inimaginável aconteceu: Ezequiel estava diante de um exército humano, mas sem "vida" (espírito). Novamente Deus ordena ao profeta: "profetiza ao espírito e dize": "Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito e assopra sobre estes mortos par que vivam". Até aqui ja temos milagres suficientes para uma grande aventura, pois os ossos secos já são um grande exército de ressurrectos do pó, pois a única matéria prima usada para o milagre foram os ossos. Podemos inferir até aqui que Deus quer atuar de forma completa em nossa vida e um milagre, às vezes, deveria ser maior do que aquilo que vemos, porém é necessário ainda que a palavra do Senhor seja proferida para que o mesmo milagre se complete. O texto nos informa que Deus ordena ao profeta: "profetiza". Sabe o que é profetizar? É quando proferimos a palavra do Senhor contra todas as circunstâncias, esperanças, somente em obediência ao que Deus nos comunica. Isto é profetizar. E sabe qual é o resultado desse ato de obediência: contemplamos milagres diante de nossos olhos! Ezequiel viu isto diante de seus olhos. Os ossos secos transformaram-se num grande exército de vitoriosos. E para terminar o episódio, Ezequiel profetiza ao espírito e contempla-o entrando naqueles homens, que outrora eram somente um monte de ossos secos, e dá-lhes vida! (v.10).

Deus quer fazer isso com seu povo e sua Igreja hoje em toda a terra, mas para isso é preciso que: existam homens e mulheres dispostos a proferir a palavra do Senhor com fé e obediência; é preciso que esperemos pelos resultados da palavra que foi proferida; precisamos nos juntar a esse exército de vencedores e troná-lo cada vez mais forte. O que me diz disto? Este é o desafio de Deus para a sua vida hoje! Aliste-se como um daqueles que em meio à desordem e pânico conseguem enxergar a perspectiva de Deus para a ocasião e veja então os resultados!


Baruch Há Shem!
Bendito seja o Nome!



Copyright desde ę1998 - Todos os direitos reservados a
A BÝblia em Bytes Online
«« A servišo do Eterno »»