Ano 2 - nº 24 
10 a 30 de novembro/00 
  
As Líricas de Zeca Baleiro

por Bel Carrilho Martins
borage@uol.com.br

O compositor e cantor Zeca Baleiro (http://www2.uol.com.br/zecabaleiro) lança seu terceiro disco, o CD "Líricas". Como o próprio nome sugere, no CD ele canta os sentimentos mais íntimos e deixa as emoções expostas. O CD tem uma textura sonora acústica, o que dá um tom de saudade, nostalgia.

Em "Líricas" Zeca Baleiro inicia com "Minha Casa", música que representa bem a proposta, uma lembrança de Bob Dylan no som dos violões e da gaita.

Nos versos de "Minha Casa", há toda uma dualidade de sentimentos: "não quero ser triste/ como o poeta que envelhece/ lendo Maiakóvski na loja de conveniência/ não quero ser alegre/ como o cão que sai a passear/ com o seu dono alegre/ sob o sol de Domingo/ nem quero ser estanque/ como quem constrói estradas e não anda/ quero no escuro/ como um cego tatear estrelas distraídas".

Mas é na música "Proibida Pra Mim", sucesso do grupo Charlie Brown Jr, que encontramos a valorização da poesia deste trabalho. A música recebeu um arranjo de violões, baixolão, maracás, gaita e harmmond que deu uma sonoridade oposta aquela conhecida pelo Grupo do cantor Chorão: ficou poética e radiofônica.

O CD de Zeca Baleiro traz 12 faixas sem sair da proposta, todas com a mesma textura sonora. No repertório todas as músicas são de autoria do Zeca Baleiro. Com exceção de "Proibida Pra Mim"(Chorão e banda) encontramos uma parceria com Alice Ruiz na música "Quase nada". Poetiza que vem se destacando na música, em parceiras com compositores como Itamar Assumpção e Alzira Espindola, com letras que falam de amor numa forma quase que palpável.

Na letra da música "Quase Nada" não é diferente.

"Líricas"
Zeca Baleiro
MZA Music
Distribuição Universal Music
R$ 27 em média

1. Minha casa (Zeca Baleiro)
2. Comigo (Zeca Baleiro)
3. Proibida pra mim (Chorão, Marcão, Champignon, Thiago, Pelado)
4. Babylon (Zeca Baleiro)
5. Balada para Giorgio Armani (Zeca Baleiro)
6. Ê boi (Zeca Baleiro)
7. Nalgum lugar (Poema de E.E. Cummings, tradução de Augusto de Campos, musicado por Zeca Baleiro)
8. Quase nada (Zeca Baleiro, Alice Ruiz)
9. Você só pensa em grana (Zeca Baleiro)
10. Banguela (Zeca Baleiro)
11. Blues do elevador (Zeca Baleiro)
12. Brigitte Bardot (Zeca Baleiro)

CAPA BORAGE