Ano 2 - nº 24 
10 a 30 de novembro/00 

Quarteto Jobim-Morelenbaum: depuração da Bossa Nova

por Laura Campanér
borage@uol.com.br

Se existem músicos que podem fazer bossa nova da melhor qualidade são os descendentes diretos de Tom Jobim. A Bossa Nova ficou velha durante toda a década de 80 e 90, mas agora respira novos ares com este trabalho do Quarteto Jobim-Morelenbaun. Voz, piano, violão, violoncelo são o suficiente para fazer desse estilo consagrado no passado, uma nova referência musical.

É verdade que a bossa nova não teve continuadores entre os compositores mais novos, senão aqueles que fundaram o movimento, como Tom Jobim. Mas se suas músicas permanecem tão maravilhosas como quando foram compostas, porque tocar novidades que talvez não superem seus belos temas?

Também é verdade que a nova geração de músicos e cantores filhos de artistas consagrados - como os de Jair Rodrigues, Elis Regina, Baby Consuelo, Wilson Simonal, Djavan e Caetano Veloso - estão com a corda toda, com a máquina da industria fonográfica à disposição. Mas no caso de Paulo Jobim e Daniel Jobim, filho e neto de Tom Jobim respectivamente, há todo o contexto de um dos maiores movimentos musicais que o Brasil já teve.

Músicas como "Falando de Amor"(Jobim) e "Água de Beber" (Jobim/Vinícius), estão lindamente interpretadas na voz de Paula Morelenbaum e Daniel Jobim.

O trabalho todo é extremamente cuidadoso nos arranjos, na escolha do repertório e na interpretação dos integrantes do grupo, todos em seu melhor estado.

Com eles estão os músicos convidados: Marcelo Costa (bateria e percussão), Marcos Suzano (percussão) e Zeca Assumpção (baixo).

Soa exatamente como a definição que Caetano Veloso fez para a apresentação do CD: "Há um senso de elegância das linhas que é único, jobiniano. Pois é a compreensão profunda desse senso de elegância que o Quarteto exibe com uma naturalidade e uma devoção que comovem."

Quarteto Jobim-Morelenbaum
Gravadora Velas
R$ 28 em média

1. Água de Beber (Jobim/Vinícius)
2. Meditação (Jobim/Vinícius)
3. Ela é Carioca(Jobim/Vinícius)
4. Só Tinha de Ser com Você (Jobim/Aloysio de Oliveira)
5. A Felicidade(Jobim/Vinícius)
6. Eu e o Meu Amor / Lamento No Morro (Jobim/Vinícius)
7. Falando de Amor (Jobim)
8. A Correnteza (Jobim/Luis Bonfá)
9. Boto (Jobim/Jararaca)
10. Mantiqueira Range (Paulo Jobim/Ronaldo Bastos)
11. Corcovado (Jobim)
12. Desafinado (Jobim/Newton Mendonça)
13. Águas de Março (Jobim)

CAPA BORAGE