Ano 3 - nº 34 
23 de outubro a 20 de novembro/01 
  
"Colcha de Retalhos": um CD para ser ouvido na varanda da casa

por Bel Carrilho Martins
borage@uol.com.br

Imaginem uma cena: algumas pessoas sentadas, no começo da noite, ouvindo rádio numa sala. Cena típica do interior do Brasil, de um tempo que não está tão longe assim: final da década de sessenta, onde o rádio servia para reunir a família e os vizinhos.

E ao som do "velho" rádio de pilha, colocado com destaque no melhor cômodo da casa, ouvia-se, entre muitas vozes de duplas caipiras, as inconfundíveis vozes de Cascatinha e Inhana. Na maioria das vezes músicas tristes falando de amor e saudade, contando estórias de encontros e desencontros. Canções que cativavam profundamente os ouvintes afinal, a vida no campo naquela época, tinha sua pitada de melancolia.

Foi esse clima caipira, que o Duo Canta Viola trouxe para o CD "Colcha de Retalhos", feito em homenagem a Cascatinha e Inhana. O disco reúne onze músicas da carreira da dupla que mais vendeu discos na década de 50, ganhadora de dois troféus "Roquete Pinto", 1951 e 1954, com a música "Índia".

Formado por Laura Campanér e Zé Terra, o Duo Canta Viola gravou também duas faixas inéditas, de autoria própria. O disco resgata um passado de grande destaque na música regional, recriando o estilo da antiga dupla.

O CD abre com o clássico "Meu Primeiro Amor" (Hermínio Giménez, versão: José Fortuna e Pinheirinho Júnior), seguido pela música "Flor do Cafezal (Carlos Paraná), canção que provavelmente traz muitas recordações para aqueles que já viram e sentiram o cheiro de uma florada no cafezal e toda beleza dessa imagem.

A faixa "Colcha de Retalhos" (Raul Torres) que dá nome ao disco, não poderia faltar no trabalho, afinal foi um dos grandes sucessos da dupla Cascatinha e Inhana.

O CD tem uma simplicidade típica do estilo caipira. Foi gravado apenas com viola caipira e violão. Os arranjos buscam a sonoridade que todos nós, consciente ou inconscientemente, trazemos como herança musical de nossos antepassados.

Podemos sentir nos versos da canção "Rolinha" (uma versão de Pedro de Almeida para a "La Paloma" de S. Yradier), como é viver num lugar onde a natureza é o único ponto de referência, onde a luz elétrica demora muito a chegar.

O CD "Cocha de Retalhos" é para ser ouvido imaginando-se estar sentado na varanda de uma casa, tendo ao fundo o som da natureza. E já que podemos imaginar à vontade, vamos acrescentar o som de um riacho passando perto do quintal.

Assim podemos casar imagem e som, e recordar um pouco da história desta dupla tão querida do público: Cascatinha e Inhana.

Fale com o Duo Canta Viola:
lauracampaner@borage.com.br
zeterra@terra.com.br

O CD pode ser encontrado nos sites:
www.somlivre.com
www.lojafunarte.com.br

Serviço:
Colcha de Retalhos - Homenagem a Cascatinha & Inhana
Borage Diskos / Ouver Records
Preço: R$ 16 em média

1. Meu Primeiro Amor "Lejanias" (Hermínio Giménez) versão: José Fortuna e Pinheirinho Júnior
2. Flor do Cafezal (Carlos Paraná)
3. Colcha de Retalhos (Raul Torres)
4. Chuá Chuá (Pedro Sá Pereira/Ary Pavão)
5. É Bem Cedo (Zé Terra/Luisa Gimenez)
6. Anahi (Oswaldo Sosa Cordero) versão: José Fortuna
7. Sertaneja (René Bittencourt)
8. Índia (M.Ortiz Guerrero/J.Asunsión Flores) versão: José Fortuna
9. Rolinha - "La Paloma" (S. Yradier) versão: Pedro de Almeida
10. Serra da Boa Esperança (Lamartine Babo)
11. Guacyra (Hekel Tavares/Joracy Camargo)
12. Casinha Pequenina (D.R.)
13. Água (Laura Campanér/Bel Carrilho Martins/Luisa Luisa Gimenez)

CAPA BORAGE