Receba o boletim Borage

NOME

E-MAIL

lançamento
“Elas Instrumentais” (Coletânea de Música Brasileira)
Bel Carrilho Martins
borage@uol.com.br
Lançamento do selo Borage Diskos em parceria com a Distribuidora Independente, chega às lojas o CD “Elas Instrumentais” (Coletânea de Música Brasileira), reunindo quatro formações musicais de grupos atuantes no cenário da música paulistana.

Integrados apenas por mulheres instrumentistas, os grupos mostram uma interessante diversidade de timbres e estilos. São eles: o quinteto Officina Brasileira, o quarteto Tarsila, o duo Ás de Cordas e o duo Viola & Violeta.

O CD “Elas Instrumentais”, confirma a crescente atuação das mulheres na música instrumental, tendência que se fortaleceu nestes últimos anos e pôde ser notada principalmente nas orquestras de São Paulo, Rio de Janeiro e de todo o Brasil.

Algumas das instrumentistas que integram o trabalho, atuam na Jazz Sinfonica de São Paulo. Outras participam do corpo docente do CEM (Centro de Estudos Musicais Tom Jobim). Em comum, elas tem uma sólida formação musical, que se faz presente em suas performances.

Os temas escolhidos para o repertório, mostram um pouco do que os grupos vêm desenvolvendo em shows e formam um pequeno panorama da música brasileira, com autores da música popular, como Adoniran Barbosa, Lupicínio Rodrigues, Ary Barroso, Pixinguinha, Garoto e Chico Buarque e autores da música instrumental, como Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal e Villa-Lobos.

Officina Brasileira
O quarteto Officina Brasileira, formado por Paula Valente (Sax Alto, Sax Soprano e Flauta), Débora Gurgel (Piano), Clara Bastos (Baixo) e Lílian Carmona (Bateria), traz em seu repertório grandes nomes da música brasileira, misturando o “balanço” típico da nossa música, à boa linguagem do jazz.

Os arranjos e concepção musical foram feitos por Débora Gurgel (finalista do prêmio Visa de 2004, com o grupo Triálogo) e Paula Valente.

As músicas gravadas foram “Misturada” (Airto Moreira/Geraldo Vandré), o Medley – “Tiro ao Álvaro” (Adoniran Barbosa/Osvaldo Molles) e “Saudosa Maloca” (Adoniran Barbosa), “Se Acaso Você Chegasse” (Lupicínio Rodrigues/Felisberto Martins) e”Faceira” (Ary Barroso).

Tarsila
Formado por Cintia Zanco (Violino), Ana Eliza Colomar (Flauta, Sax e Violoncelo) Gigi Magno (Baixo Elétrico, Violão e samplers), Valéria Zeidan (Vibrafone e Percussão) e Valkiria Rosa (Percussão), o quinteto Tarsila, aproveita a rica sonoridade dos vários timbres que compõe sua formação, para mostrar principalmente músicas inéditas.

Com arranjos feitos por Cintia Zanco, especialmente para o grupo, o quinteto mostra as músicas “Tarsila” (Cintia Zanco), “Sete Anéis” (Egberto Gismonti), “Joana Francesa” (Chico Buarque) e “Salve São Pedro” (Cintia Zanco).

Ás de Cordas
Formado por Cintia Zanco (Violino) e Bel Rebello (Viola de Arco), o duo Ás de Cordas tem como proposta divulgar o repertório para esta formação pouco comum, tocando temas da música popular e da música erudita, apresentando como mostra de seu trabalho, três arranjos do Maestro Cyro Pereira.

As músicas gravadas foram “Carinhoso” (Pixinguinha/João de Barro), “Casinha Pequenina” e “Gente Humilde” (Garoto/Chico Buarque/Vinícius de Moraes).

Viola & Violeta
Formando o duo Viola & Violeta, Laura Campanér (Viola Caipira) e Lúcia Múgia (Viola de Arco), fazem uma releitura da antiga formação que reunia a Viola Caipira e a Rabeca, ou como já foi chamada em outros tempos a “Violeta” (Viola de Arco), num trabalho com arranjos próprios, feitos para variados temas da música brasileira.

As músicas gravadas foram “Trenzinho do Caipira” – da Bachiana no. 2 (Heitor Villa-Lobos), “Viola Enluarada” (Marcos Valle/Paulo Sérgio Valle) e “Ovo” (Hermeto Pascoal).

“Elas Instrumentais”
(Coletânea de Música Brasileira)
Borage Diskos / Distribuidora Independente

borage@uol.com.br