Luz é tudo

Saiba como usar a iluminação para favorecer os serviços no salão de beleza

Um dos itens essenciais no projeto de arquitetura e decoração dos salões de beleza é a iluminação. Para facilitar e valorizar o trabalho dos profissionais dessa área é indispensável avaliar se a luz artificial reproduz a cor exata de serviços de coloração e de maquiagem, por exemplo. “O efeito da iluminação pode distorcer a percepção do resultado do serviço e causar insatisfação aos clientes”, comenta Walter Fioretto Campagnare, gerente de marketing da Startec, empresa especializada em luminárias.

Segundo Walter, iluminação é distribuir a luz artificial e natural em um determinado ambiente de maneira a atender as necessidades de visibilidade, trabalho, conforto e bem-estar.

Nos ambientes específicos para coloração e maquiagem, a recomendação é optar por lâmpadas fluorescentes, menos quentes que as incandescentes. “Para maquiagem indico ainda luz frontal, pois se usada somente na parte de cima pode provocar sombra”, ressalta Walter.

Já para serviços de tintura, é importante equilibrar um pouco de luz amarela (quente) e branca (fria) para visualizar o resultado da cor aplicada no cabelo.

O gerente de marketing da Startec aponta quais as principais questões que devem ser avaliadas antes de instalar a iluminação:

1. Como as luminárias vão estar dispostas nos ambientes? Vai atender as exigências de cada serviço?

2. Como as luminárias vão distribuir a luz? Direta ou indiretamente?

3. Qual a principal função de cada ambiente? Quais os efeitos esperados para destacar determinada peça de decoração?

4. Por último, sempre que possível combinar luz indireta com artificial.

publicidade
publicidade