ic_cult.jpg (15520 bytes)
Tereré

É um ítem à parte.
Exclusividade local.

Costume paraguaio.

Ajeite a erva na guampa
(de chifre, não de cabaça),
firme o bico da bomba
e deite a água da chaleira.
Gelada.

Sirva pela direita,
sem levantar de onde está.
O conviva é que vem buscar
e depois devolver.

Deite mais água
e sirva o seguinte.

Complete a roda,
sirva e tome o seu.

E continue.
Até o último
agradecer.

Não tem coisa melhor
pra combater o calor.

A erva mate crua,
quando de qualidade,
é um santo remédio
para muitos males.

É indispensável
quando se está
na lida do campo,
sol a pino,
longe de todo lugar.

Ou então na cidade,
pra aliviar a pressão.
Seja do trabalho,
da falta de trabalho
ou do trabalho escolar.

É muito bom também
como desculpa de paquera.
Ou só pra conversar.

Em Campo Grande
não tem crise:

Qualquer coisa,
relaxa.

Vai aí no tereré!