Captações externas por empresas abriram o ano em alta

07-02-2012

O mês de janeiro foi marcado por significativo volume de captações externas das companhias brasileiras. As empresas domésticas se beneficiaram da alteração do perfil conservador dos investidores estrangeiros – observado ao longo do segundo semestre de 2011, que motivou uma corrida por ativos de diferentes níveis de risco. A mudança foi pautada principalmente pela expectativa de permanência dos níveis baixos de taxas de juros nas economias desenvolvidas por mais tempo. Os dados são da Anbima - Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais.

A maior procura por risco no mercado externo, contudo, não foi suficiente para a retomada das ofertas de renda variável. Tanto no mercado externo quanto no doméstico, as emissões corporativas se concentraram em títulos de renda fixa. No mercado local, as emissões de dívida alcançaram R$ 6,7 bilhões, lideradas pelas captações com debêntures, que responderam por 47,8% das ofertas locais, todas realizadas na modalidade de oferta com esforços restritos. Em segundo lugar, aparecem as notas promissórias, com participação de 24,1% sobre o total das ofertas.

Os produtos estruturados também mostraram dinamismo em janeiro. As ofertas de FIDCs alcançaram R$ 1 bilhão no mês e os CRIs tiveram captação de R$ 838 milhões. Ambos concentrados principalmente na modalidade de captação via ICVM 400. No início de fevereiro, as ofertas em análise destes ativos na CVM já somavam R$ 1,7 bilhão para os FIDCs e R$ 426 milhões para os CRIs.

Serviço:

O Boletim ANBIMA de Mercado de Capitais de fevereiro está disponível no link: http://www.anbima.com.br/mostra.aspx/?id=4897

Links úteis aos usuários

Clique aqui e compare preços de produtos e serviços de informática

Clique aqui e compare preços de centenas de produtos

Matérias relacionadas

- Beneficiados pelo Bolsa Família apresentam maior consumo de alimentos

- Brasileiro deve gastar R$ 6,1 bilhões com material escolar e papelaria

- Número de falências foi o menor para o mês de janeiro em sete anos, diz Serasa

- Anfavea mantém previsão de aumento das vendas de veículos entre 4% e 5% neste ano

- Indústria faturou menos e gastou mais com salários em 2011


Leia também outras matérias da seção Pesquisas:

- CANAL EXECUTIVO possui serviço de pesquisa sob encomenda

- Estudo apura uso de tablets nas empresas

- Trabalho remoto é bom para você e para o planeta

- Estudo aponta ideias de negócios mais procuradas

- Estudo aborda mitos da Consumerização de TI

- Estudo mostra como a crise impacta as famílias

- Estudo detalha presença corporativa nas mídias sociais

- Estudo aponta mudanças de hábitos do e-consumidor

- Estudo mostra como empresas pretendem crescer nos próximos anos

- Brasileiro está pouco preparado para a aposentadoria

- Empresas vão investir mais em mídias sociais em 2012

- Estudo aponta mudanças na experiência de assistir TV

- Estudo vê maior vantagem competitiva em empresas que adotam business analytics

- Estudo mapeia área de compras nas empresas

- Empresas já reconhecem vantagens do uso de geomarketing

- Classe média emergente traz desafios às empresas, aponta estudo

- Profissionais trabalham além da conta e prejudicam saúde

- Estudo traça perfil do empreendedor digital brasileiro

- Executivos do país não estão prontos para atuação global

- Executivo de marketing não sabe agir ante revolução digital

- Estudo mostra que investir no cliente dá retorno certo

- Mais da metade dos gestores não atende expectativas dos comandados

Clique Aqui e Veja Mais Pesquisas
Leia Todas as Últimas Notícias