Inadimplência do consumidor registra a primeira alta do ano, revela Serasa

16-04-2012

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor registrou crescimento de 4,9% em março de 2012, na comparação com fevereiro deste ano, representando a primeira elevação do ano. No fechamento do primeiro trimestre do ano, o índice apontou aumento de 18,2%, inferior ao de igual período de 2011 (21,4%). Na relação anual – março deste ano contra o mesmo mês do ano passado – o indicador apresentou alta de 19,8%.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o aumento da inadimplência em março cumpriu a sazonalidade porque é um período em que o consumidor acabou de pagar o IPVA e ainda tem pressões do IPTU e dos gastos escolares sobre o seu orçamento. Os juros elevados também continuam impactando o consumidor mais endividado no cheque especial e no rotativo do cartão de crédito.

Além disso, é necessário considerar que fevereiro deste ano, com o feriado de Carnaval, teve 19 dias úteis, contra 22 dias úteis em março. Esse efeito calendário também se reflete neste aumento do indicador da inadimplência em março.

Na decomposição do indicador, todas as modalidades da inadimplência apresentaram alta. A inadimplência não bancária (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água) e os cheques sem fundos puxaram o crescimento do índice com variação de 6,9% e 18,0% e contribuição de 2,7% e 1,7%, respectivamente. As dívidas com os bancos e os títulos protestados contribuíram com 0,1% e 0,3%, respectivamente, para o aumento do indicador de inadimplência do consumidor.

O valor médio das dívidas apresentou alta em março de 2012. A inadimplência não bancária cresceu 27,3%, os cheques sem fundos apresentaram elevação de 13%, assim como os títulos protestados e as dívidas com os bancos, que aumentaram 9,7% e 0,1%, respectivamente.

Links úteis aos usuários

Clique aqui e compare preços de produtos e serviços de comércio

Clique aqui e compare preços de centenas de produtos

Matérias relacionadas

- Estudo inédito mapeia fluxo e demanda de turistas em SP

- Importações brasileiras de países árabes cresceram 18% até março

- Empresários brasileiros estão entre os menos estressados

- Vendas no varejo diminuíram 0,5% em fevereiro, diz IBGE


Leia também outras matérias da seção Pesquisas:

- CANAL EXECUTIVO possui serviço de pesquisa sob encomenda

- Estudo mostra o que leva empresa a fazer IPO

- Inovações podem tornar os carros elétricos mais limpos

- Trabalho remoto é bom para você e para o planeta

- Empresas vão investir mais em mídias sociais em 2012

- Estudo aponta mudanças na experiência de assistir TV

- Estudo vê maior vantagem competitiva em empresas que adotam business analytics

- Empresários e profissionais liberais já representam quase metade dos síndicos de SP

- Estudo mapeia área de compras nas empresas

- Empresas já reconhecem vantagens do uso de geomarketing

- Classe média emergente traz desafios às empresas, aponta estudo

- Profissionais trabalham além da conta e prejudicam saúde

- Estudo traça perfil do empreendedor digital brasileiro

- Executivos do país não estão prontos para atuação global

- Executivo de marketing não sabe agir ante revolução digital

- Estudo mostra que investir no cliente dá retorno certo

- Mais da metade dos gestores não atende expectativas dos comandados

Clique Aqui e Veja Mais Pesquisas
Leia Todas as Últimas Notícias