• Cidade
Uso correto de espelhos reduz pontos cegos

SEGURANÇA — Centros de Formação para Condutores orientam novos motoristas a deixar os retrovisores laterais na posição de 90º em relação ao carro



O diretor do Centro de Formação para Condutores, Emerson Sakoda, arruma retrovisor lateral
Uma medida muito simples pode aumentar o campo de visão do motorista e ajudar a prevenir acidentes com veículos: mudar a posição dos espelhos retrovisores laterais do carro.
A maior parte dos motoristas usa os espelhos retrovisores laterais na posição de 60º em relação ao carro — de forma a enxergar a lateral do próprio veículo. A posição correta seria de 90º em relação ao veículo.
A mudança na posição do espelho reduz o campo de “pontos cegos” — pontos que não podem ser vistos pelo motorista em nenhum dos espelhos retrovisores do carro. “Até a década de 90, todos os motoristas usavam os retrovisores a 60º”, explica o diretor do Centro de Formação para Condutores da Auto Escola e Despachante Central, Emerson Sakoda.
Segundo Sakoda, estatísticas norte-americanas apontam que anualmente 600 mil acidentes são ocasionados durante as mudanças de pista, causando mais de 200 mortes. Em 60% dos casos, o motorista que causa o acidente alega não ter visto o outro veículo. “No Brasil nem temos estatísticas sobre isso, mas estima-se que seja o dobro ou o triplo desse número”, diz Sakoda.
O espelho retrovisor frontal — aquele que fica à frente do motorista — mostra apenas o tráfego que está atrás do veículo. Ele não possibilita que os veículos à direita e à esquerda do motorista, nem os que estão muito próximos do carro, sejam vistos.
O uso dos espelhos retrovisores laterais, mesmo na posição de 60º, aumenta o campo e o tempo de visibilidade dos automóveis que estão atrás e ao lado do motorista. Com os espelhos na posição de 90º, porém, os pontos cegos são reduzidos a pequenas quatro áreas — o motorista passa a ver a pista à esquerda e à direita e não a lateral do próprio veículo. Os outros automóveis também aparecem “antes” nos retrovisores quando estão nessa posição.
Segundo Sakoda, o principal motivo para se colocar os espelhos na posição correta é evitar que o motorista tenha que se voltar para ver o que está atrás ou próximo das laterais do carro. “Com o espelho na posição correta, o motorista não precisa olhar sobre os ombros, embora essa não seja uma má idéia. Mas ao olhar e voltar à posição normal, ele perde alguns segundos e não vê o que está à frente”, ressalta. Outro benefício com os espelhos na posição correta é que à noite as luzes dos faróis não refletirão neles. “O olho humano leva sete segundos para se recuperar de um ofuscamento. Um carro a 44 km/h anda 11 metros por segundo. Em sete segundos, andou quase um quarteirão, ofuscado”, afirma.
Mas Sakoda salienta que de nada adiantará colocar os espelhos na posição correta se o banco do motorista não estiver no lugar certo. “O banco tem que estar reto, não pode ficar deitado”, explica.

Leia mais:

Novos motoristas aprendem noções de direção defensiva