• Cidade
Revisão do carro é essencial antes da viagem de férias

SEGURANÇA — Itens de segurança do veículo devem ser verificados para se evitar transtornos como multas ou até mesmo acidentes graves nas rodovias



Na Qualitá, check-list específico para viagens revisa 27 itens do carroMarina Belei
Especial para o DEBATE

O período das férias de verão é propício para quem quer viajar. Porém, antes de enfrentar a estrada o proprietário do veículo deve tomar algumas precauções.
Para evitar transtornos como multas ou até graves acidentes, é preciso certificar-se de que o veículo está em perfeitas condições. Alguns equipamentos são requisitos básicos para que uma viagem tranqüila.
Segundo mecânicos de concessionárias de Santa Cruz do Rio Pardo, o ideal é que, antes de qualquer viagem, o veículo passe por um check-list, oferecido gratuitamente pelas concessionárias — o orçamento não é cobrado.
Nesse tipo de revisão são checados os itens básicos para o perfeito funcionamento do veículo. “No check-list que realizamos são checados 27 itens, considerados os principais para o bom funcionamento do automóvel, como caixa de direção, freio, vazamentos, rodas, níveis de óleo e alinhamento, entre outros”, explicou Ricardo Frasson, da Qualitá, concessionária Volkswagen em Santa Cruz.
O sistema de suspensão, freio, amortecedores, pneus e equipamentos — como estepe, macaco e extintor — também devem estar em perfeitas condições durante a viagem, segundo o consultor técnico da Ouricar Chevrolet, Paulo Henrique Menegazzo Júnior.
Ele conta que nesta época do ano é que se realiza o maior número de revisões. “Dezembro e janeiro são meses em que a procura por este serviço aumenta muito. Nas férias de julho, ainda que com menos intensidade, a procura também é considerável”, disse Paulo.
O tempo para que se realize o check-list varia de uma concessionária para outra, entre 40 minutos e 1h30.
O descuido com o veículo, além de aumentar o risco de acidentes pode trazer prejuízos financeiros ao motorista.
Segundo o Código de Trânsito brasileiro, o motorista que conduzir o veículo sem os equipamentos obrigatórios, como estabelecido pelo Contran, será punido com uma multa de R$ 127,69, além de perder cinco pontos na carteira de habilitação.
Além disso, fazer ou deixar que se faça reparos no veículo em via pública é considerada infração grave, com multa de R$ 127,69 e implica a perda de cinco pontos na carteira de habilitação.


QUANTO CUSTA A FALTA DE CUIDADO COM O CARRO

Conduzir o veículo com equipamento obrigatório em desacordo com o estabelecido pelo CONTRAN;
Fazer ou deixar que se faça reparo em veículo na via pública, em pista de rolamento de rodovias e vias de trânsito rápido;
Conduzir o veículo sem acionar o limpador de pára-brisa sob chuva;
Conduzir o veículo com defeito no sistema de iluminação, de sinalização ou com lâmpadas queimadas;

INFRAÇÕES GRAVES, MULTA DE R$ 127,69 E PERDA DE CINCO PONTOS NA CARTEIRA DE HABILITAÇÃO


PRINCIPAIS ITENS A SEREM INSPECIONADOS

1 — Fluido de freio
2 — Fluido da direção hidráulica
3 — Fluido do limpador de pára-brisa
4 — Fluido do diferencial
5 — Fluido da transmissão
6 — Pressão dos pneus
7 — Líquido de arrefecimento
8 — Filtro de ar
9 — Desgastes nos pneus
10 — Extintor de incêndio
11 — Sistema de escapamento
12 — Palhetas do limpador de pára-brisa
13 — Correias
14 — Inspecionar todas as lâmpadas (inclusive seta)
15 — Bateria (cabos e suporte)