Publicidade
 
Junho 2001
Assine Já
 


DIETA DO CICLO MENSTRUAL



Controle a fome incessante, o inchaço do corpo e até as cólicas típicas da TPM com alimentos específicos para cada fase menstrual. De quebra, você aumenta o bom humor, a libido e ainda emagrece 5 quilos no mês!

 

Os hormônios que interagem durante a fase menstrual são os responsáveis por regular o comando cerebral da fome e até do astral - de uma hora para outra, você vai da felicidade absoluta para o mau humor insuportável! Por isso é tão importante eleger os alimentos certos para cada etapa do ciclo. A influência dos hormônios é tão séria que eles determinam até mesmo o pensamento, como confirma o ginecologista paulista Eliezer Berenstein em seu livro A Inteligência Hormonal da Mulher. "Essa mistura de sensações e emoções inunda o corpo feminino como uma maré química e interfere no funcionamento da imunidade, digestão, circulação e demais reações fisiológicas", diz ele.
"Oscilações de humor, apetite e libido costumam fazer a mulher se sentir numa montanha-russa, cheia de altos e baixos", concorda o ginecologista e obstetra Nicolau D´Amico Filho, de São Paulo.
"Por isso uma refeição que respeite essas variações e ainda ajude a emagrecer faz total sentido", explica a nutricionista Lara Natacci, do Paraná, que elaborou a Dieta do Ciclo Menstrual. Ela acrescenta que os hormônios, tidos como os vilões do bom humor e da disposição, são influenciados pela alimentação. "Adieta balanceada em cada etapa do ciclo menstrual é capaz até de corrigir as turbulências hormonais", garante a paulista Denise Carreiro, também nutricionista.

Tempo de TPM

Quem sua a camisa para perder peso sabe que os dias anteriores à menstruação são os mais críticos do mês. O corpo incha (podemos "engordar" até 2 kg por causa da retenção de líquidos!) e a vontade de atacar doces e massas é voraz. "Então, nada mais ponderado do que, nessa época, comer uma dose extra de carboidratos, mas sempre com moderação, lógico!", alerta Lara Natacci. Por outro lado, ingerir a quantidade habitual de café, refrigerante e chá-preto é roubada na fase pré-menstrual. É que a cafeína dessas bebidas é estimulante e pode agravar a irritabilidade própria da TPM.
Esse período dura cerca de oito dias e é quando há a alta da progesterona (hormônio que prepara o útero para receber um embrião e ocorrer a fertilização). No caso de a mulher não engravidar em até 10 dias, há uma redução drástica da progesterona e do estrógeno (hormônio responsável pelas características femininas). Resultado: entram em cena os temidos sintomas da tensão pré-menstrual.
Para amenizar os inchaços típicos desses dias fatídicos, o ginecologista José Roberto Morales Piato, do Hospital das Clínicas, em SP, sugere evitar sal e embutidos. E também recomenda aumentar o consumo de fibras, como folhas cruas (alface, rúcula, etc.), que saciam e melhoram o trabalho intestinal. Além disso, a vitamina E, encontrada nos peixes gordos, como o salmão, é indicada para aliviar dores nas mamas e estresse.

Fase menstrual

Na semana do sangramento, é preciso repor o ferro e outros minerais perdidos por causa da hemorragia. Por esse motivo o cardápio da menstruação prioriza as carnes. Coma também frutas cítricas, como laranja, limão, abacaxi, acerola, mexerica e kiwi, que são fontes de vitamina C e ácido fólico e contribuem para a absorção do ferro.
Conforme a menstruação vai terminando, o estrógeno atinge seu nível máximo. É por isso que num dado momento do mês você se sente mais vaidosa e disposta para o sexo. O bem-estar também é explicado porque o pico do estrógeno estimula a produção de serotonina, substância liberada pelo cérebro e responsável pela sensação de prazer. A calmaria dura, em média, duas semanas, dando início ao estágio fértil.

Fase ovulatória

No período da ovulação, que dura por volta de cinco dias, o óvulo sai do ovário e está pronto para ser ser fecundado. Se não quiser ser mamãe fique esperta e proteja-se com métodos anticoncepcionais, como pílula, camisinha, DIU, etc.
Durante a ovulação acerta quem consome alimentos que aumentam o apetite sexual. Na lista dos mais indicados estão o zinco, o cromo e o selênio (encontrados nas carnes) e as vitaminas B6 (presente nos cereais e tubérculos, como a beterraba e a batata) e C (nas frutas cítricas, como a mexerica). Ao fazer esta Dieta do Ciclo Menstrual o seu ganho vai ser evidente. Além de emagrecer 5 quilos por mês, você vai equilibrar o emocional, ficar tranqüila, cheia de energia e com a libido, o corpo e a alma harmonizados o tempo inteiro.
Veja a seguir os três cardápios que vão acompanhá-la. Em cada menu há cinco opções de pratos, o que é ideal para uma dieta variada e saborosa.
(grafico de hormonios) - Para ser parceira da oscilação hormonal e dar cabo dos quilos extras, você vai ter de prestar atenção no timing de cada fase e cumprir o cardápio certo. A sugestão é começar a dieta no primeiro dia da menstruação (o primeiro dia do ciclo) e segui-la por 8 dias. Mas, se quiser iniciar ainda hoje o programa de emagrecimento, lembre-se quando terminou a sua última menstruação. No caso de estar entre o nono e o décimo quarto dia do ciclo, faça o cardápio da ovulação. Por último, se encontrar-se
entre o décimo quinto e o vigésimo oitavo cumpra o menu da fase pré-menstrual.


Para ser parceira da osculação hormonal e dar cabo dos quilos extras, você vai ter de prestar atenção no timing de cada fase e cumprir o cardápio certo. A sugestão é começar a dieta no primeiro dia da menstruação (o primeiro dia do ciclo) e segui-la por 8 dias. Mas, se quiser iniciar ainda hoje o programa de emagrecimento, lembre-se quando terminou a sua última menstruação. No caso de estar entre o nono e o décimo quarto dia do ciclo, faça o cardápio da ovulação. Por último, se encontrar-se entre o décimo quinto e o vigésimo oitavo cumpra o menu da fase pré-menstrual.


Considerando que uma mulher menstrua todos os meses por mais de 30 anos, pode-se dizer que ela vai ter a síndrome de tensão pré-menstrual por mais de 5 mil dias de sua vida. E com eles vem um pacote de sintomas, como mau humor, depressão, aumento de apetite, ansiedade, indisposição, dor de cabeça e compulsão por doces. A Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que 90% das mulheres têm TPM, sendo que de 5% a 10% apresentam sinais bastante acentuados. Especialistas afirmam que a síndrome pode apresentar mais de 150 sintomas com intensidades variáveis conforme o metabolismo de cada pessoa, aliados a mudanças hormonais e até emocionais. Para não ser presa fácil da TPM fique atenta ao que come, evitando principalmente gordura, sal e açúcar. E tente maneirar o estresse e a ansiedade. A solução para relaxar, segundo a nutricionista Lara Natacci, é aumentar a ingestão de líquidos e carboidratos nos dias que antecedem a menstruação. "Prefira pães e biscoitos sem açúcar e macarrão e arroz integrais", diz ela. "Eles contêm poucas calorias se comparados a doces, que também acalmam, mas engordam demais", afirma. Para não ter erro, veja o cardápio da fase pré-menstrual.

 

SÍMBOLO | ESTE MÊS | DEPOIMENTO | COZINHA LIGHT | TABELAS BÁSICAS
CALORIAS | AMIGOS DE DIETA | EDIÇÕES ANTERIORES | FALE CONOSCO | ASSINE JÁ