Praias

Afinal, onde termina a Muralha da China?

Símbolo do poderio do Império Chinês, a Muralha, obra mais mortal da história da humanidade, termina na inóspita região de Jiayuguan, no deserto de Gobi


Localizado no deserto de Gobi, na província de Gansu, o Jiayuguan Fort foi construído em 1372 durante a dinastia Ming e utilizado para muito mais do que uma simples barreira de proteção - Foto: Guido Rozze
Localizado no deserto de Gobi, na província de Gansu, o Jiayuguan Fort foi construído em 1372 durante a dinastia Ming e utilizado para muito mais do que uma simples barreira de proteção - Foto: Guido Rozze

Colossal e única, mas onde termina a famosa Muralha da China? Apelidada como "passagem de Jiayuguan", a região é o último posto avançado da muralha, que corta o território chinês e segundo uma antiga lenda podia até ser vista do espaço. O entreposto, que foi construído em 1372 durante a dinastia Ming, está situado no deserto de Gobi, na província de Gansu.

Eleita uma das "Sete Maravilhas do Mundo Moderno", a Muralha da China é formada, atualmente, por diversos trechos, que um dia foram interligados entre si, criando um gigantesco paredão. A épica construção impediu a invasão do país por séculos. Para proteger um território com as dimensões da China somente uma obra com as proporções da Muralha, que no seu auge mediu 21.196 quilômetros de extensão e tinha uma altura média de sete metros. Atualmente, restam aproximadamente cinco mil quilômetros do antigo paredão.

Longe de ser um dos pontos mais visitados da Muralha, a "passagem de Jiayuguan" teve diversas utilidades ao longo dos últimos séculos. Além de proteger o país contra invasores, o local já serviu como armazém de alimentos, posto da Guarda Imperial e, atualmente, funciona um museu sobre a história da Grande Muralha. O prédio é o mais antigo em funcionamento na China e ganhou fama mundial por marcar o ´fim da Muralha´.

O museu, que foi instalado após séculos de abandono da construção, possui entre outros objetos uma réplica da Muralha. A maquete mostra com exatidão a imponência do monumento dentro do território chinês. Já os outros objetos revelam detalhadamente a milenar história da construção da "Maravilha do Mundo Moderno".

Quase inabitada durante o inverno devida as baixas temperaturas, a inóspita região ganha pequenos grupos nômades durante o verão, que realizam passeios turísticos com camelos. Longe das áreas mais visitadas da Muralha, Jiayuguan Fort representa o fim de uma Era, que marcou um dos Impérios mais poderosos da humanidade.

Construção

Quando se fala na Muralha da China imagina-se algo único, uma barreira colossal e intransponível. Na realidade, a gigantesca proteção militar foi a junção de diversos trechos de muros construídos ao longo dos séculos, criando uma só obra. Erguida durante diversas dinastias, a obra é considerada a mais mortal construção da humanidade. Aproximadamente 800 mil trabalhadores morreram para erguê-la. Ao todo, um milhão de chineses participaram da obra.

Como Chegar

O preço das passagens aéreas para Jiayuguan custam a partir de R$ 7.523 e os voos partem de São Paulo e possuem troca de aeronaves. Saindo de Jiayuguan, o ideal para chegar até o "fim" da Muralha da China é utilizando ônibus ou taxi.

Os turistas que optarem por realizar o traslado de taxi deverão especificar ao motorista os trechos que serão visitados no "pacote" para evitar problemas. Já quem optar por ônibus deve usar a "Linha 1" para o Gongren Wenhua Gong (Palácio do Trabalhador), que está situado bem próximo ao entreposto de Jiayuguan.

Apelidada como
Apelidada como "passagem de Jiayuguan", a região ficou famosa por ser o último posto avançado da muralha - Foto: Vincentraal

Com intermináveis 21.196 quilômetros de extensão e altura média de 7 metros, a construção demorou mais de 1700 anos para ficar pronta - Foto: Watchsmart
Com intermináveis 21.196 quilômetros de extensão e altura média de 7 metros, a construção demorou mais de 1700 anos para ficar pronta - Foto: Watchsmart

Mapa

Dennys Marcel



recomendado para você