Praias

Com 2,7 mil anos, cidade subterrânea abrigava 20 mil habitantes

Situada no coração da Capadócia, Derinkuyu é uma das 150 vilas subterrâneas da região e está a 85 metros de profundidade. A cidade tem mais de 600 saídas secretas para a superfície


Após 2,7 mil anos da construção, Derinkuyu ainda preserva galerias que criam um labirinto interminável - Foto: Joshua
Após 2,7 mil anos da construção, Derinkuyu ainda preserva galerias que criam um labirinto interminável - Foto: Joshua

Uma cidade subterrânea com capacidade para até 20 mil habitantes e centenas de animais parece ideia de cinema, mas existiu de verdade. Mais surpreendente ainda é o fato desta metrópole subterrânea ser datada de 700 a.C. e ser toda esculpida, literalmente, na rocha vulcânica. Localizada na Capadócia, na Turquia, Derinkuyu surpreende os turistas que visitam a localidade em busca dos famosos voos de balões pelas paisagens idílicas da região. A cidade subterrânea, que está a 85 metros de profundidade, é ainda mais incrível que as belezas naturais já conhecidas.

Passados 2,7 mil anos da sua construção, Derinkuyu ainda preserva suas galerias que criam um labirinto de rocha interminável com milhares de entradas, pequenos túneis e grandes salões. Assim como num povoado tradicional daquela época, a cidade possuía apartamentos, templos, mercados, armazéns, adegas, estábulos e refeitórios comunitários, que eram compartilhados entre os moradores locais. Para manter uma população de milhares de pessoas, os habitantes construíram um moderno sistema de ventilação que os mantinham aquecidos no inverno e resfriados durante o verão. A cidade ainda contava com poços d´água. Toda esta gigantesca estrutura possui um complexo sistema de túneis com mais de sete quilômetros de extensão que são distribuídos em 20 andares abaixo do solo.

Há duas explicações para a cidade ter sido construída inteiramente abaixo das rochas da Capadócia, mas uma delas é a mais aceita entre os historiadores. Derinkuyu, assim como outras vilas da região, faziam parte de uma das primeiras rotas comerciais da história e costumeiramente eram atacadas por tribos rivais. Para dificultar o acesso dos inimigos, a população local decidiu se esconder, literalmente, embaixo da terra. A segunda teoria, que não é aceita pelo mundo científico, afirma que a cidade foi construída para a proteger a população local de uma Era do gelo.

A cidade de Derinkuyu não é a maior da região, que conta com outras 150 vilas subterrâneas, mas é a mais profunda da Capadócia. Muitos destes vilarejos eram interligados por uma interminável rede de túneis, que equivaliam as atuais estradas. A maior entre as "rodovias subterrâneas" ligava Derinkuyu até a cidade de Kaymakli, percorrendo uma distância de oito quilômetros. Assim como dentro das vilas, as ´estradas´ possuíam poços de água e sistema de ventilação para os viajantes.

Com o surgimento de novas opções, a rota comercial que cortava a região perdeu importância e Derinkuyu, juntamente com as outras vilas subterrâneas, deixaram de ser alvo de invasões. Ainda assim, os movimentados labirintos permaneceram sendo utilizados por quase um milênio. Somente a partir do século VIII, que as cidades da região, esculpidas na rocha, começaram a ser abandonadas.

Como chegar

A melhor opção para chegar em Derinkuyu é partindo de Istambul. O percurso da capital turca até a Capadócia dura 1h30 de avião ou até 8h para quem optar ir de ônibus. A melhor escolha é voar para as cidades de Nevsehir ou Kayseri que ficam na região e oferecem pacotes turísticos até Derinkuyu.

A cidade é aberta aos turistas, mas o acesso não é permitido em todas as áreas. Somente oito dos 20 andares podem ser visitados por questões de segurança. A visita é monitorada custa €42 (R$ 158) por pessoa e dura duas horas.

A cidade subterrânea tinha capacidade para até 20 mil habitantes e centenas de animais - Foto: Dan Merino
A cidade subterrânea tinha capacidade para até 20 mil habitantes e centenas de animais - Foto: Dan Merino

A cidade de Derinkuyu não é a maior da região, mas é a mais profunda da Capadócia - Foto: Dan Merino
A cidade de Derinkuyu não é a maior da região, mas é a mais profunda da Capadócia - Foto: Dan Merino

Para se protegerem dos inimigos, a população local decidiu se esconder, literalmente, embaixo da terra - Foto: S. O.
Para se protegerem dos inimigos, a população local decidiu se esconder, literalmente, embaixo da terra - Foto: S. O.

Derinkuyu possuía um moderno sistema de ventilação que mantinha a temperatura agradável ao longo do ano - Foto: S. O.
Derinkuyu possuía um moderno sistema de ventilação que mantinha a temperatura agradável ao longo do ano - Foto: S. O.

Mapa

Dennys Marcel



recomendado para você


na web