Praias

Este castelo foi vendido por um euro; Entenda o motivo

O centenário castelo alemão, antiga residência oficial da monarquia no país, possui mais de 130 quartos e está avaliado em centenas de milhões de euros, mas foi negociado por um valor simbólico pelo príncipe herdeiro


Construído em 1857, o castelo foi um presente de aniversário do rei Georg V para sua esposa Marie - Foto: Stefan Knaak
Construído em 1857, o castelo foi um presente de aniversário do rei Georg V para sua esposa Marie - Foto: Stefan Knaak

Por quanto você venderia um castelo histórico com milhares de obras de arte numa das regiões mais nobres da Alemanha? O príncipe Ernst August von Hannover, 35 anos, dono do palácio de Marienburg, datado do século 19, decidiu vender a sua propriedade pelo valor simbólico de apenas um euro. O motivo desta verdadeira promoção de Black Friday é o custo gerado para manter o imóvel histórico que estava consumindo toda a fortuna do herdeiro do trono da Baixa Saxônia. Por ano, o jovem gastava mais de dois milhões de euros para conservar o palácio.

Se o investimento anual já é exorbitante, o castelo ainda precisa de uma grande reforma para não se transformar em ruínas nos próximos anos. Segundo estimativas de especialistas em conservação de prédios históricos, o valor do restauro será de aproximadamente 60 milhões de euros (R$ 264 milhões), fortuna que a dinastia Hannover não possui. Nos últimos anos, o príncipe enfrenta problemas financeiros oriundos dos gastos para conservar as propriedades herdadas. Em 2005, o herdeiro já havia dado sinais que não manteria o estilo glamoroso dos seus antecessores. Menos de 12 meses após receber o ´trono alemão´, ele leiloou centenas de obras de artes dos palácios reais, arrecadando 44 milhões de euros (R$ 193 milhões), dinheiro investido na conservação das propriedades.

Pela importância histórica, a venda do castelo precisava ser autorizada pelo governo alemão. As primeiras tratativas sobre o assunto tiveram início há mais de sete anos e apenas agora foi autorizada a negociação, desde que fosse garantida a preservação do patrimônio. O comprador do imóvel foi mantido em segredo e só revelado após o pagamento de um euro pela venda. A nova dona do Marienburg será a LIemak Inmobilien, subsidiária da Klosterkammer. A empresa estatal será responsável pelo restauro e a criação de uma fundação para administrar as 1,7 mil obras de arte do castelo. A única peça que permanecerá com o príncipe será a coroa da Casa Real de Hannover, considerado o item mais importante do acervo. Ainda não há uma data para o início da reforma da propriedade, mas é provável que tenha início no primeiro semestre de 2019.

Construído em 1857, na região da Baixa Saxônia, o castelo de Marienburg foi um presente de aniversário do rei Georg V, último monarca do reino de Hannover, para sua esposa Marie. Assim como pedido por sua amada, a propriedade foi toda projetada em estilo gótico medieval. O luxuoso palácio com 135 quartos foi, curiosamente, decorado com obras de artes saídas dos contos de fadas, como uma pintura a mão da "Bela Adormecida", localizada no Salão das Princesas. Já a imponente Sala dos Cavaleiros, que ocupa dois andares, é um dos pontos mais visitados e conta com antigas armaduras e uma galeria dos antepassados da família real.

O príncipe Ernst Hannover vendeu sua propriedade pelo valor simbólico de um euro - Foto: Stefan Knaak
O príncipe Ernst Hannover vendeu sua propriedade pelo valor simbólico de um euro - Foto: Stefan Knaak

As estantes de madeira para livros, na biblioteca, são todas entalhadas a mão - Foto: Patrice Kunte
As estantes de madeira para livros, na biblioteca, são todas entalhadas a mão - Foto: Patrice Kunte

Mapa

Dennys Marcel



recomendado para você


na web