Praias

Há 60 anos uma bomba nuclear está perdida em praia nos EUA

O caso aconteceu em 1958, após dois aviões militares norte-americanos colidirem no litoral da Geórgia. Ainda hoje a bomba nuclear, que o bombardeiro B-47 transportava, está desaparecida


O sumiço da bomba completa 60 anos com mentiras oficiais e poucas respostas - Foto: Brandon W.
O sumiço da bomba completa 60 anos com mentiras oficiais e poucas respostas - Foto: Brandon W.

O cenário hollywoodiano da praia de Tybee, com areia fina e branca banhada por um mar de águas esverdeadas, esconde há exatos 60 anos um segredo que nem a marinha norte-americana conseguiu solucionar. Situada na baía de Wassaw, a praia é um paraíso natural famoso nos Estados Unidos e guarda um dos maiores mistérios militares do século XX, o desaparecimento de uma bomba nuclear. Ainda nos dias atuais, o caso continua sem solução.

A curiosa história teve início em 1958 quando dois aviões em exercícios militares se chocaram no ar. O caça F-86 foi totalmente destruído e caiu no oceano, já o bombardeiro B-47, que carregava uma bomba nuclear Mark 15, se salvou, mas ficou gravemente avariado. A situação piorou ainda mais após três tentativas frustradas de pousar a aeronave. Com o risco eminente de um incidente no momento do pouso e consequentemente uma explosão nuclear, o piloto recebeu uma peculiar e inédita ordem na história militar. Ele deveria abandonar a bomba em segurança numa área próxima à praia, mas distante da areia. Na sequência, ele tentaria concluir o pouso novamente.

Desde aquela fatídica tarde, já se passaram seis décadas e diversas expedições da marinha norte-americana pelo local, porém nunca encontraram a bomba nuclear. Segundo especialistas do governo, a Mark 15 caiu numa região com profundidade entre quatro e seis metros e afundou mais dois metros na areia devido ao forte impacto no solo. A pergunta que persiste até os dias atuais é se ainda há possibilidade da bomba causar uma explosão nuclear? O risco existe, mas as chances são mínimas, segundo a marinha norte-americana.

Já a explicação para o assunto ter sido pouco comentado na época foi uma mentira oficial que omitia os riscos reais da situação. Logo após o incidente, o governo norte-americano afirmou que a bomba estava sem seu núcleo atômico, o que a tornava sem efeito. Porém, documentos oficiais sigilosos divulgados recentemente comprovam o contrário. Datados de 1968, estes arquivos afirmam que a Mark 15 estava pronta para o uso militar e que uma possível explosão no momento da queda teria causado uma destruição total em regiões situadas até 30 quilômetros daquele ponto do oceano. Neste raio estão a cidade de Savannah e a Ilha de Tybee.

Tybee Island

Segundo a marinha norte-americana, o bombardeiro B-47 sobrevoava a região de Tybee Island quando a bomba foi abandonada. Desde o incidente, tufões e tempestades provavelmente alteraram seu posicionamento exato, mas há aproximadamente 10 anos foram detectadas altas taxas de radiação na região. O governo norte-americano afirmou que os números são resultado do "processo radioativo de deterioração de depósitos minerais naturais". A resposta oficial nunca foi muito aceita entre os moradores locais, mas sem demonstrar preocupação com a ´guerra´ de versões, os turistas continuam lotando as praias de Tybee. A ilha que é um dos principais pontos turísticos do litoral da Geórgia é mais famosa por suas belezas do que pela bomba nuclear perdida.

Se as águas translúcidas da praia já são uma justificativa suficiente para visitar a ilha, o pôr do sol de Tybee ganhou fama mundial. Considerado um dos mais belos dos Estados Unidos, ele atrai diariamente centenas de turistas ao famoso pier local para acompanharem o crepúsculo.

Savannah

Recentemente eleita uma das mais bonitas praias fluviais norte-americanas, Savannah está situada na Geórgia e mescla luxo e beleza natural num só local. A areia branca banhada por um rio de águas esverdeadas, durante o verão, é premiada com uma cidade cheia de praças históricas e ruas com butiques. Com 146 mil habitantes, Savannah mais que dobra de população durante o verão com milhares de turistas interessados em conhecerem a história regional e suas belas paisagens naturais.

Com águas calmas e uma temperatura agradável, a praia é o lugar ideal para aproveitar um dia de sol. Já durante a noite, a sugestão é conhecer um dos 120 restaurantes que existem apenas no Centro Histórico da cidade ou aproveitar uma das dezenas de atrações culturais que se apresentam diariamente. Outro destaque em Savannah são as diversas praças históricas com chafarizes, cercadas por enormes carvalhos. Já nesta época do ano, próximo ao Natal, elas ganham ainda mais brilho com milhares de pequenas lâmpadas coloridas.

Como chegar

Com voos saindo de São Paulo rumo a Savannah, as passagens aéreas custam a partir de R$ 3.421. O percurso possui duas escalas e é operado por companhias internacionais e nacionais. Desembarcando na cidade norte-americana, a melhor opção para seguir até Tybee Island é alugando um veículo ou utilizando aplicativos de transporte. Os preços são bons e é mais econômico do que ir de ônibus.

Mapa

Dennys Marcel



recomendado para você


na web