Praias

Morro da Pescaria: Santuário Ecológico em plena agitação de Guarapari

Na Praia do Morro, a mais frequentada pelos turistas, Morro da Pescaria promove um paraíso com lindas praias, mar transparente, ricas e exuberantes fauna e flora.


Foto: João Paulo
Foto: João Paulo

Dependendo do lugar e da época, ir para a praia não é sempre sinônimo de tranquilidade. Guarapari, no Espírito Santo, é bem concorrida no verão e nos feriados, principalmente na orla mais frequentada, a Praia do Morro. Mesmo assim muitos não sabem que o local guarda um belo e acessível santuário ecológico com lindas praias, ilhas e enseadas, rodeadas pela Mata Atlântica.

Esse refúgio de traquilidade dentro dessa agitação chama-se Morro da Pescaria.

O portal do parque fica entre o final da Praia do Morro e a Praia da Cerca. As trilhas pela natureza, onde crianças a idosos caminham com facilidade, nos mostra imagens singulares em plena Mata Atlântica. Logo no início avista-se toda a grandeza da Praia do Morro em sua boa dimensão e a bela Serra do Mar em sua exuberância rochosa. Na primeira subida encontramos a Praia da Areia Vermelha, uma pequena faixa de areia de transparência esverdeada ideal para um mergulho.

Seguimos caminho para a Praia do Ermitão, a principal do morro. Mas antes o contato com a natureza nos prega peças. Muitos pontos nos oferecem uma bela vista do mar esmeraldino. Alguns mirantes facilitam essa visualização e é ponto frequente para uma "selfie básica". Logo na descida para a praia fizemos "novos amigos". Um bando de macacos-pregos, cerca de dez, nos oferecem saltos e se aproximam com muito carisma, fazendo a alegria da criançada.

Ao chegar na Praia do Ermitão, após menos de 20 minutos de caminhada desde o portal, nos deparamos com águas com tranquilidade de piscina, rodeadas por pedras que servem de mirante para fotos e onde se observa logo em frente a Ilha da Raposa. Um banho no local é um refresco após a caminhada: "Já vim muitas vezes à Guarapari e não sabia do parque. Depois da trilha, esse mergulho está sendo ótimo. O verde da Mata Atlântica é de se admirar, a vista é linda e as praias deliciosas. Vim com meu neto de nove anos tranquilamente pelo caminho. Vale muito a pena", exalta José de Paiva, turista aposentado de 66 anos.     

Ilha da Raposa

No verão, com as águas claras, a prática do mergulho é constante por capixabas e turistas. O local mais frequentado é a Ilha da Raposa. Para chegar temos que atravessar um canal nadando uma curta distância. Com uso de equipamento profissional avista-se belos corais, peixes coloridos e os restos do Vapor Bepo, a 8 metros de profundidade. A embarcação foi afundada artificialmente por causa de um incêndio em 2003, quando carregava carvão mineral. Segundo mergulhadores, as condições de temperatura e visibilidade são ímpares, e constantemente se deparam com golfinhos, arraias, tartarugas e tubarões.  

O Morro da Pescaria é Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica desde 2016, título concedido pela UNESCO, graças a sua conservação de 73 hectares com rica flora e fauna tropical, como raposasmacacos-pregopreássaguisesquilos e variedade de pássaros.

A entrada custa R$ 3,00 e crianças menores de 10 anos não pagam. As visitas são feitas das 7 ás 18 horas. O local conta com boa sinalização, segurança, salva-vidas, guardas ambientais, lanchonete, duchas e banheiro. Não é permitido piquenique, churrasco, retirar plantas, jogar lixo, alimentar animais, pescas profissional e de mergulho. Se o céu estiver em pleno azul não exite em fazer esse passeio abençoado pela natureza capixaba.

Foto: João Paulo
Foto: João Paulo

Foto: João Paulo
Foto: João Paulo

João Paulo



recomendado para você


na web