Praias

"Ponte do Diabo" encanta por sua beleza simétrica

Localizada na Alemanha, a centenária ponte de pedra ganhou destaque pela simetria do círculo formado quando projetada pelo sol nas águas


A denominação se deve ao fato de que, na época da construção, as obras tidas como um “milagre” da engenharia eram consideradas do “Diabo” - Foto: MD
A denominação se deve ao fato de que, na época da construção, as obras tidas como um “milagre” da engenharia eram consideradas do “Diabo” - Foto: MD

Uma curiosa ponte erguida no século XIX dentro do parque Rhododendron, na cidade de Gablenz, na Alemanha, é uma atração turística única. Isso porque foi construída para formar um círculo perfeito quando refletida pelo sol nas águas do lago. Conhecida como "Rakotzbrücke", ela foi apelidada como "Ponte do Diabo".

A denominação se deve ao fato de que na época da construção (por volta de 1860), as obras consideradas perigosas ou tidas como um "milagre" da engenharia eram vistas como realizações do Satanás. Inclusive, na Europa há outras pontes que também ganharam o mesmo apelido por razões similares.

Toda feita em pedras basálticas, a ponte arqueada está fechada à passagem de público por questões de preservação. Ainda assim, alguns curiosos desrespeitam as ordens e sobem na ponte para garantir uma foto.

No entanto, o jardim botânico onde está localizada serve de cenário para diversas festas, principalmente, casamentos típicos do Velho Continente. Aliás, casais apaixonados adoram utilizar o "círculo" como cenário para fotos românticas, simbolizando a aliança do relacionamento.

Com entrada gratuita, o jardim botânico possui 200 hectares de área e abriga ainda a mansão Cavalier. O imóvel é usado para a hospedagem e recepção das festas realizadas no parque. 

A ponte foi construída para formar um círculo perfeito quando refletida pelo sol nas águas - Foto: A. Landgraf
A ponte foi construída para formar um círculo perfeito quando refletida pelo sol nas águas - Foto: A. Landgraf

Mapa

Tatiana Aude



recomendado para você


na web