Praias

Qual foi o último presidente dos EUA que não pertencia aos partidos Democrata ou Republicano?

Há 164 anos ininterruptos a presidência dos Estados Unidos alterna entre Republicanos e Democratas. O último líder a comandar o país que não pertencia a nenhum dos dois partidos foi Millard Fillmore, do Whig, que governou entre 1850 e 1853


Muito mais conhecido por ser o último político a ocupar a presidência dos EUA sem pertencer aos dois partidos mais tradicionais, Fillmore também teve uma atuação importante no combate à escravidão - Foto: Divulgação/ Official White House
Muito mais conhecido por ser o último político a ocupar a presidência dos EUA sem pertencer aos dois partidos mais tradicionais, Fillmore também teve uma atuação importante no combate à escravidão - Foto: Divulgação/ Official White House

Ao assumir o cargo de presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump dará continuidade a alternância de poder entre republicanos e democratas, que já dura 164 anos. O último líder norte-americano a ocupar a Casa Branca que não pertencia aos tradicionais partidos foi Millard Fillmore, filiado ao Whig.

Então vice-presidente dos Estados Unidos, Fillmore governou entre junho de 1850 e março de 1853, herdando o cargo após o falecimento do então líder máximo da nação, Zachary Taylor, que também pertencia ao mesmo grupo partidário.

Muito mais conhecido por ser o último político a ocupar a presidência dos EUA sem pertencer aos partidos Republicano ou Democrata, Fillmore também teve uma atuação importante na união da federação norte-americana e no combate à escravidão no país. Durante seu governo, ele defendeu uma política conciliatória, que visava agradar a todos os estados da Federação.

O principal debate político da época era sobre a autorização ou não do uso de mão de obra escrava nos estados do sul do país, disputa que anos mais tarde gerou a Guerra de Secessão.

Fillmore assumiu o cargo após o então presidente eleito, Zachary Taylor, falecer em decorrência de uma gastroenterite aguda, ainda nos primeiros meses de seu mandato. Assim como Fillmore, Taylor também era filiado ao Whig, mas ambos tinham posições opostas em relação ao principal problema interno da nação. Enquanto Taylor possuía escravos e defendia uma política branda no combate à escravidão nos estados sulistas, Fillmore era considerado um abolicionista moderado e conseguiu colocar a adiante seus ideais de liberdade e igualdade.

Partido Whig

O antigo partido, que existiu entre 1833 e 1856, foi a última agremiação política dos Estados Unidos a eleger um líder, para ocupar o cargo máximo do país, que não pertencia aos Democratas ou Republicanos. Se nos dias atuais, a ideologia de ambos os partidos são bem definidas, no caso do Whig era plural e ambígua. Dentro da mesma bandeira partidária existiam defensores da escravidão e abolicionistas, o que é apontado por historiadores como principal motivo para o desaparecimento dos Whig´s. Após o partido ser extinto em 1856, a maioria dos seus líderes migraram para o lado Republicano. Já Fillmore foi um dos poucos membros que optaram por não se filiarem ao partido de linha mais conservadora. Ao todo, o Whig governou os Estados Unidos por 10 anos e elegeu dois presidentes. Em ambos os casos, os vencedores da eleição faleceram no início do mandato e seus, respectivos, vices assumiram a cadeira.

Dennys Marcel



recomendado para você