Visconde de Mauá

Pousadas, passeios, restaurantes

Tudo sobre Visconde de Mauá Visconde Maua

Visconde de Maua

- Tudo sobre Visconde de Mauá - Hotéis, pousadas, restaurantes e dicas de passeios.

visconde de mauá

visconde de mauá maua maromba mauá visconde maua viscondedemaua pousadas pousada mauá visconde mauá maua visconde de mauá Visconde de Mauá Visconde Mauá Visconde Maua Visconde Maua Mauá Maua maua de visconde de mauá visconde de maúa máua visconde barao barão Barão mauá maua visconde de mauá maringá maromba visconde de mauá visconde visconde de mauá

Visconde de Mauá

Visconde de Mauá Visconde de Mauá Visconde de Mauá - Hotéis Visconde de Mauá - Pousadas Visconde de Mauá - Dicas de passeios
HOME
Visconde de Mauá Visconde Maua
VISCONDE DE MAUÁ - BRASIL  
 
Luiz Moura
ORGONES E SAÚDE

Desde que me mudei para Visconde de Mauá, em 2000, vinha procurando uma desculpa para falar com Dr. Moura. As histórias sobre ele na cidade chamavam a atenção: diziam que tirava sangue de um braço para colocar no outro, tratava câncer com uma caixa de madeira e, a mais cabulosa, diziam que fazia chover. Como não queria apenas chegar e questionar seus feitos, a notícia da oxitocina veio a calhar.

Dr. Luiz Moura dentro de sua caixa orgônicaFui lá, levando a família como testemunha, e ele explicou tudo direitinho, mas não deu bola para a pesquisa da poção do amor. Contou que é filho e neto de médicos, que ocupou um cargo equivalente ao de Ministro da Saúde no governo Médici, contou como se interessou pelas pesquisas de Wilhelm Reich e como provou a existência dos orgones para colegas incrédulos (essa história é boa, depois eu conto).

Resumindo, segundo ele e Reich, tudo no mundo é feito de energia. Essa energia, que vem do cosmos, pode se apresentar em concentrações diferentes, ser positiva ou negativa e pode ser acumulada. Aparece em grande quantidade na água corrente e em lugares altos (Mauá!). No nosso corpo, quando alguma coisa vai mal, a energia se desorganiza e fica acumulada em alguns pontos, ocasionando as doenças. Esses conceitos são muito parecidos com o prana, dos hindus, e o ch'i, dos chineses, só que Reich era cientista e provava tudo em laboratório.

Wilhelm Reich inventou um sistema que capta energia boa, acumula e distribui pelo corpo desorganizado. Trata-se de uma caixa de madeira, algodão e metal. O paciente entra na caixa orgônica, fica lá meia hora por dia, e vai liberando o trânsito dos orgones. Dr. Moura faz isso há 20 anos e se orgulha de ter uma vitalidade de sessentão num corpo de 80.

Para fazer chover, ele usa um outro acumulador, com tubos, e capta energia do rio Preto. Os orgones concentrados são disparados pelos tubos em direção às nuvens, que ficam pesadas e se transformam em chuva, num processo que leva alguns dias. Dr. Moura explica que a máquina não faz milagres: sem nuvens, nada de chuva.

Ratos e vinhos
A história boa que prometi acima: num congresso, Dr. Luiz Moura relatou que havia curado câncer em ratos usando a caixa orgônica. Alguém duvidou, levantando a hipótese da auto-sugestão dos ratos. De qualquer forma, os ratos estavam curados, mas ele encarou como desafio e fez uma experiência com vinho. Duas garrafas iguais foram abertas e etiquetadas. Uma delas ficou numa adega climatizada; a outra foi para a caixa orgônica. Três meses depois, o vinho da adega só servia para vinagre, enquanto o vinho que ficou na caixa manteve as características originais. Considerando que a bebida não é sugestionável, o colega que havia duvidado aceitou a teoria dos orgones.

Meio duvidando, meio acreditando, voltei a conversar com o médico duas semanas depois, desta vez em uma consulta. Andava estressado demais, me sentindo "desorganizado" e resolvi experimentar suas teorias. Fiquei meia hora na caixa e saí de lá do mesmo jeito que entrei. Não senti nada, a não ser uma ligeira revolução intestinal, possivelmente provocada por excesso de pinhão cozido. Dr. Moura havia passado a mesma meia hora cuidando da horta e veio ver como eu estava. Chegou dizendo que muitas pessoas sentem movimentos intestinais e... opa! Eu senti isso! E, talvez sugestionado pela caixa, ou não, saí andando e falando com mais segurança. Sem contar uma certa energia adicional, que me fez caminhar com a bolsa à frente do corpo por algum tempo.

As consultas com Dr. Luiz Moura custam R$ 60, com direito a uma ficadinha na caixa. Para marcar: (24) 3387 1114 .

 

. Tentando explicar a bomba do amor
. Veja como foi a conversa com Roberto Freire


Roberto Moreno é editor do GuiaMauá. O penteado é uma homenagem a Wilhelm Reich
 
Leia como foi a conversa com
. Luiz Moura

 
Leia a matéria
. Oxitocinas x Orgones: tentando explicar a bomba do amor
 

HOME