Capa da EdiçãoEditorialO CaiçaraOpiniãoInformáticaEstamos de Olho
ArpoandoTurismoCrônicas de NYCulturaPoliciaisEsporte

Editorial


Surf 


Esta notícia traz esperanças para a temporada de junho. Já faz muitos anos que não temos um campeonato de surf que abra espaço na mídia e que traga para a cidade um grande volume de pessoas e de investimentos.
“A capital do surf” está apagada em termos de campeonatos de grande porte. Esta oportunidade que está sendo aberta tem que ser abraçada com firmeza e cabe a todos fazer o melhor possível para não perdermos de novo os grandes campeonatos. 
Uns, meio que especialistas no assunto, acham que o campeonato em si não traz grandes resultados financeiros num primeiro momento mas, em matéria de mídia, os ganhos são incalculáveis, pois as redes de TV, as revistas especializadas abrem bastante espaço para eventos de grande porte, o que acaba beneficiando a cidade em cadeia nacional e internacional, com um ganho na mídia que, se fossemos pagar, a conta seria muito alta. 
Não podemos perder esta chance de Ubatuba voltar para o circuito do surf, agora bem mais profissional que há poucos anos atrás. Esta é uma atividade que vem crescendo muito. Antigamente, os surfistas não eram olhados com bons olhos. Hoje, a evolução da categoria foi muito grande e, na sua grande maioria, são pessoas que se dedicam ao esporte como qualquer outro atleta. Se existe ainda uma visão diferente a respeito do surfista é de pessoa mal informada. editorial.