Capa da EdiçãoEditorialO CaiçaraOpiniãoInformáticaEstamos de Olho
ArpoandoTurismoCrônicas de NYCulturaPoliciaisEsporte

Mato toma conta de rua 

Mato invade ruas  Foto Jija/ASOs moradores da rua Barra Seca, no bairro do Perequê-Açu, são obrigados a conviver com uma grande quantidade de mato e uma rua que mal aparece. Para chegarem em casa, têm que desviar dos buracos dos tubulões que levam água da chuva para o mar. Ao lado, está a Escola Estadual Dionísia Bueno Veloso, quase que inteiramente rodeada por uma valeta que, além de ter muita sujeira, mantém a água sempre parada. Esta mesma valeta passa pela av. Manoel da Nóbrega e, mesmo depois de muitos dias sem chover, está sempre com água, na maioria das vezes, podre e mal cheirosa. 
Os moradores da rua afirmam que já não sabem mais a quem reclamar para que uma máquina passe na rua, os tubulões sejam trocados e que se dê um jeito na água que fica parada, pois nela proliferam diversos insetos que podem transmitir vários tipos de doenças.