Aí eu peguei e nasci!

Sou filho de árabe com loira e deu macaco na cabeça. E eu não tenho 56 anos. Eu tenho 18 anos. Com 38 de experiência. E eu era um menino asmático que ficava lendo Proust e ouvindo programa de terror no rádio.

Em 69 entrei pra Faculdade de Direito do Largo de São Francisco. Mas eu matava aula com o namorado da Wanderléa pra ir assistir o programa de rádio do Erasmo Carlos. E aí eu desisti. Senhor Juiz, Pare Agora!
E aí eu fui pra swinging London, usava calça boca de sino, cabelo comprido e assisti ao show dos Rolling Stones no Hyde Park. E alguns bicos pra BBC.

Voltei. Auge do tropicalismo. Frequentava as Dunas da Gal em Ipanema. Passei dois anos batendo palma pro pôr-do-sol e assistindo o show da Gal toda noite. E depois diz que hippie não faz nada. O Cazuza tentava se enturmar mas como ele era muito menino a gente não dava a menor bola. Foram os Anos Baianos. E todo Carnaval a gente ia pra Bahia atrás do Caetano. Ia de carona e voltava de caganera! Rarará!

Aí em 87 entrei pra Folha e escrevo colunas desde então. Que eu chamo de telejornal humorístico. Onde abordo os três temas que mais deliciam os brasileiros: sexo, política e futebol. Trio elétrico do brasileiro: real, bunda e bola!


Time do coração: eu queria ser corinthiano mas sãopaulino!
Opção sexual: no sofá com o cachorro
Pior compra que já fez: uma caixa de acarajé em pó
Religião: ateu místico. Aquele que faz o sinal da cruz, toma banho de sal grosso e tem três São Jorges ao lado do computador! E ecumênico por ecumênico eu prefiro o ecumenicuzinho da Madonna!
Livros de cabeceira: Paul Bowles, Gregório de Mattos e "Carandiru" do Drauzio Varella.
Ojeriza ideológica: tucanos. TÔ FORA!
Acadêmicos: acadêmicos por acadêmicos eu prefiro Os Acadêmicos do Salgueiro!
Filmes Inesquecíveis: todos de Woody Allen e Hitchcok. E tirando "Rocco e seus irmãos" só gosto de cinema americano: não assisto filme estrangeiro. E nem de país que não tenha água potável!
Definição de filme cabeça: um monte de gente pelada discutindo
Uma boa causa: liberdade de expressão. Viva Larry Flint!
Filosofia de vida: nóis sofre mas nóis goza! E gostoso!

Acorda Brasil!
Que eu vou dormir!