ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

iPod nano: Nanotecnologia Print E-mail
01 Out 2005, por Danniel Pizzato

Há cerca de quatro anos, a Apple revolucionou o mercado de MP3 Players com o lançamento do iPod. Enquanto os concorrentes engatinhavam com armazenamento em flash (com pouquíssimo espaço na época) ou baseados em CD-ROMs, o pequeno aparelho branco com prateado chegou esbanjando 5GB em um disco rígido e um sistema de navegação simples, porém eficiente.

A capacidade dos minúsculos HDs foram crescendo, dando vida a mais um membro na família, desta vez em uma carcaça de alumínio colorida: o iPod mini. No início de 2005, pela primeira vez na linha iPod, a Apple inclui armazenamento com memória de estado sólido, mais conhecida por memória flash. Surgia o iPod shuffle. Este com capacidades de armazenamento de 512MB e 1GB.

Em setembro, a Apple decide substituir o iPod mini por algo novo: o iPod nano. O diminuto aparelho chega com duas grandes novidades em relação à linha de iPods que ele suplanta: tela colorida e o fim do disco rígido, substituído por memória flash de 2 ou 4GB. As opções de cores, embora menores, oferecem um inédito iPod preto, que é o que esta resenha analisa

O aparelho consegue ser incrivelmente fino e leve — realmente cabe no bolso de moedas da calça — ao mesmo tempo que entrega um bom pacote de recursos, porém não tão amplo como o iPod "normal".

Os fones que o acompanham são os tradicionais earbud brancos. Eles têm um bom volume e boa resposta de graves para o seu tamanho.

As funções para reprodução de músicas são as mesmas dos demais iPods. A novidade neste quesito está na possibilidade de mostrar a letra da música que está tocando no momento, recurso que foi implementado no iTunes 5 - lançado junto com o iPod nano. Por possuir uma tela colorida, ele ainda pode mostrar a capa do álbum. Basta que ela seja adicionada às informações da música no iTunes.

Um dos grandes recursos do nano é mostrar fotos. É só fazer as configurações de quais pastas (ou álbuns do iPhoto) que o iTunes se encarrega de reduzir as fotos para um tamanho apropriado. Por não ter que acessar o HD, a vizualização das fotos é mais rápida que nos iPods de 20 e 60GB.

No menu de Extras algumas novidades: relógio personalizável para até três cidades, cronômetro com marcação de voltas e uma trava de tela, em que a combinação numérica é inserida de forma semelhante a um cofre. Uma opção que volta ao iPod é o menu em português - de Portugal.

A bateria recarrega em menos de duas horas. A duração é dificil de apontar com precisão, mas dá para garantir cerca de 8 horas de audição.

Acessórios Renegados e Arranhões

Mas nem tudo é perfeito. Seja por questões de espaço físico, seja para não elevar o preço final, vários recursos ficaram de fora do nano. A porta Firewire, salvação para os que não possuem USB 2.0, só serve para carregar a bateria. O conector do controle remoto, necessário para vários acessórios como o iTrip também não está lá. A saída de vídeo composto no conector do fone de ouvido? Também não está presente. Sem contar a vasta linha de acessórios disponíveis para os iPods com o tal conector que, pela sua inexistência no nano, deixaram de ser suportados. Entre eles, acessórios bastante úteis, como o iPod Camera Connector. Neste caso não podemos afirmar se é por falta de algum recurso de hardware ou apenas a versão atual do software que não suporta o acessório.

Segundo as notícias dão conta, como a publicada no MacPress ("iPod nano também é duro de matar", 12/09/2005), o iPod nano é bem resistente. Mas o que eu posso falar é que a parte frontal risca com bastante facilidade. O problema dos riscos foi alvo de muitas reclamações dos usuários do nano e, posteriormente, reconhecido em parte pela Apple. A sugestão do fabricante para manter o aparelinho livre dos arranhões é curta e grossa: "usem uma das muitas capas para iPod nano para proteger seu iPod". Provavelmente, os riscos são bem mais aparentes na versão preta que na branca. Felizmente é possível retirar parte dos arranhões superficiais dando um polimento.

O iPod nano é um produto com um futuro promissor. Além da natural melhoria e adição de recursos, com os constantes avanços e redução de preços das memórias flash, podemos esperar capacidades maiores e novoss recuros em breve. 
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress