ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

Apple ainda pode fechar iTunes Music Store na França, diz colunista Print E-mail
12 Mai 2006 às 15:17, por MacPress

MESMO com a aprovação anteontem (10/5) da nova lei francesa que não obrigará a Apple Computer a abrir sua tecnologia FairPlay de gerenciamento de direitos digitais (DRM), a empresa ainda pode concluir que é mais vantagem fechar a operação do serviço online iTunes Music Store naquele país.

"Os legisladores franceses estão afrouxando a linguagem de uma proposta de lei que poderia forçar a Apple Computer e outras empresas que vendem música digital a torná-las compatíveis com todos os tocadores do mercado. Mas é improvável que o afrouxamento acalme os nervos da Apple, tornando bem possível que a empresa feche seu serviço iTunes na França", opinam Arik Hesseldahl e Matt Vella no BusinessWeek Online.

Hesseldahl e Vella explicam que a nova lei oferece proteções governamentais extras às empresas desejosas de compartilhar suas tecnologias DRM submetendo-as a uma agência que fiscalizará questões envolvendo direitos digitais. Em troca, Apple e outras receberiam royalties e garantias de que sua cooperação não enfraqueceria suas tecnologias de proteção.

Mas a lei prevê também que Apple e outras têm o direito de simplesmente não compartilhar nada, alegando que suas tecnologias não foram concebidas para protegê-las, e sim aos músicos. "Os franceses são extremamente protecionistas em relação a seu 'droit d'auteur' [direitos dos artistas]. Se a agência entender que a Apple está simplesmente protegendo os Rolling Stones, Britney Spears e outros artistas, pode não ter que abrir seu FairPlay", dizem Hesseldahl e Vella.

Por outro lado, na opinião deles, a probabilidade de que a Apple prefira fechar a operação francesa do iTunes Music Store é bem real. "A Apple não diz publicamente, mas a participação francesa no negócio de download de música da Apple responde por menos de 1% da receita mundial desse negócio. Um novo ambiente legal contencioso e regulatório dificilmente faria valer a pena o esforço -- sem falar no aumento de custos -- de manter a operação francesa aberta. Fechar a unidade francesa do iTunes não afetaria a venda de iPods nem de outros produtos Apple. O consumidor francês continuaria podendo baixar o software iTunes e usá-lo com seu iPod. Ele simplesmente não poderia mais comprar música da loja iTunes". 
Notícias Relacionadas
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress