ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

Gravadoras: lidar com a Apple "é como lidar com um culto" Print E-mail
22 Ago 2005 às 09:41, por MacPress

Os concorrentes da Apple no mercado de música digital estão prontos para dar-lhe combate, incentivados pelas próprias gravadoras que acham que o prolongado domínio da Apple nesse mercado não está sendo bom para elas.

"A bem sucedida combinação de design atraente e elegante usabilidade da Apple impulsionou o iPod ao topo do mercado de música digital como um rei intocável", escreveu o kuwaitiano Arab Times.

"Cada passo que a Apple dá resulta em sucesso. Como o resto do mercado de tocadores baseados em memória flash patinou, a Apple dominou a categoria em um dia com o lançamento do iPod shuffle. Ela transformou o podcasting de uma tecnologia que ninguém usava em um formato legítimo adicionando-a à nova versão do iTunes -- e gerando 2 milhões de assinaturas em menos de uma semana", diz o site.

O texto destaca que a Apple domina hoje 80% do mercado de MP3 e 75% do de venda de músicas online, mas alerta que, mesmo com a predição feita por analistas de mais uma temporada de sucesso da empresa, muitos crêem que o reinado da Apple durará apenas de 12 a 18 meses mais.

"É inevitável que seu mercado diminua com o tempo", disse Gene Munster, analista sênior do Piper Jaffray. "É seguro dizer que ninguém pode sustentar uma participação de 80% no mercado em um negócio de eletrônicos de consumo por mais de dois ou três anos. É bastante impossível."

A reportagem diz que os executivos das gravadoras começaram a demonstrar impaciência. Não porque queiram ver a Apple cair, mas porque uma Apple menos dominante significa um mercado mais robusto para a música digital. "A empresa sozinha não pode ser responsável por 25% das vendas globais de música digital, como as gravadoras esperam que seja em 2009", diz o Arab Times.

As gravadoras reclamam que a Apple teimosamente ingora suas sugestões para angariar mais consumidores para a música digital. Elas dizem que querem mais flexibilidade de preços e promoções. Mas, mais que tudo, querem ver o iPod tornar-se compatível com outros serviços musicais além do iTunes.

"É um monólogo com eles", queixa-se o executivo de uma gravadora que não quis identificar-se. "[A Apple] limita-se a dizer 'Isto é o que queremos fazer' e, se você discorda deles, você é um idiota. É como lidar com um culto".

Defensores da Apple dizem que essa choradeira é antiga e que as gravadoras deveriam ouvir o "monólogo" da Apple o quanto puderem, já que ela mostrou-lhes um caminho que elas próprias nunca anteviram. As gravadoras provavelmente temem tornar-se dispensáveis se a Apple monopolizar o mercado, por isso querem pulverizar a venda online de músicas em diversos serviços bem sucedidos, dizem os entusiastas. 
Notícias Relacionadas
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress