ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

Austrália: todos os usuários de iPod são criminosos, tecnicamente Print E-mail
22 Set 2005 às 09:59, por MacPress

Uma investigação do australiano Herald Sun revelou que todos os usuários de iPod naquele país estão tecnicamente quebrando a lei.

Isso porque, segundo a reportagem, ainda não havendo uma edição australiana do iTunes Music Store nem compatibilidade com outros serviços de download legal de músicas, não há nenhum outro método legal de abastecer o aparelho.

Nem mesmo a transferência de músicas dos CDs do próprio usuário é permitida segundo as leis daquele país.

O Herald Sun diz que os usuários que fazem essas transferências por conta própria estão passíveis de serem processados pelos grupos anti-pirataria que recusam-se a regulamentar esse método de utilização de músicas.

"Nenhuma das músicas disponíveis de sites de download legal são compatíveis com os tocadores musicais Apple iPod. O método comum de 'ripar' faixas para um iPod da própria coleção de CDs do usuário é ilegal -- uma violação das leis de copyright. E, ao contrário de Inglaterra e Estados Unidos, a Austrália ainda não tem uma loja musical da Apple para downloads legais de músicas compatíveis com o iPod", escreve o repórter Liam Houlihan.

Estima-se que cerca de um milhão de usuários de iPod naquele país já abasteceram seus iPods dessa maneira. Houlihan, no entanto, lembra que atualmente não há meio legal de fazê-lo, o que significa que, tecnicamente, são todos criminosos.

Ainda que nenhum australiano até o momento tenha sido processado por transferir músicas de CDs para iPods, o comitê de investigação de pirataria musical daquele país diz que esse pode não ser sempre o caso.

No fim do artigo de Houlihan cita-se o caso da usuária de iPod Claire Cohen, de 27 anos, que diz que desistiu de tentar comprar músicas legalmente para seu iPod mini após constatar que "a Apple não liga para os usuários de iPod". Cohen está enganada. A Warner Music Group e a Sony BMG Music são quem deveria dar suporte ao iTunes Music Store na Austrália. São elas que não ligam para os usuários de iPod, e não a Apple. 
Notícias Relacionadas
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress