ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

Apple é dissecada em livro online por um de seus executivos Print E-mail
28 Out 2005 às 13:21, por MacPress

Mike Evangelist, ex-diretor de marketing para produtos relacionados a vídeo da Apple, está escrevendo e divulgando suas experiências dentro da empresa de Steve Jobs. Melhor que isso: está disponibilizando tudo online, inclusive com fotos dos bastidores do negócio mais admirado do mundo.

Na página "Sobre o Autor" de seu livro, Evangelist conta que está no negócio do Macintosh desde 1987 e é usuário de Mac desde antes disso. Foi diretor de marketing de produtos da Apple de abril de 2000 a julho de 2002, responsável pelo software de autoria de vídeo da empresa: Final Cut Pro, DVD Studio Pro, iDVD e outros.

"Sobre como deixei de ser um mero fã dos produtos Apple, vivendo longe de Cupertino, para trabalhar para a empresa e para Steve Jobs em pessoa é do que trata este livro", escreve ele.

Evangelist conta que está escrevendo a obra para deixar tudo "no papel" antes que esqueça algumas de suas grandes experiências ao lado de Jobs em sua empresa. Ele espera que o leitor ache tudo interessante, enriquecedor e até inspirador e espera receber comentários dos leitores no site.

Sobre Steve Jobs, por exemplo, ele já escreveu o seguinte:

"Ele é extremamente exigente com todos a seu redor e tem muito pouca tolerância com menos que a excelência. Por causa de seu jeito às vezes duro em suas relações pessoais, ele é freqüentemente descrito como abusado, mas isso está totalmente errado. Ele simplesmente exige/espera muito de quem o cerca. Creio honestamente que ele não entenda porquê alguém quereria perder tempo fazendo qualquer coisa menos que ótima."

Evangelist descreve uma experiência pessoal com Jobs que ilustra essa faceta da personalidade do líder da Apple -- que explica boa parte do sucesso da empresa.

"Uma vez, durante o ensaio para uma apresentação, ele me disse que minha parte estava horrível e que, se eu não pudesse dar um jeito naquilo, eu teria que ser riscado. Obviamente fiquei muito aborrecido com isso, mas continuei a trabalhar naquilo e percebi duas coisas: primeiro, ele estava absolutamente certo; era minha primeira apresentação e eu estava muito nervoso naquele dia. Conseqüentemente, meu desempenho não estava nem perto do nível das outras apresentações. Segundo, ele fez aquele comentário sabendo muito bem que me motivaria a elevar meu trabalho ao nive do da Apple. Quando acabou, recebi muitos cumprimentos sobre quão bem me saí, incluindo um de Steve. Para um observador casual poderia ter parecido que Steve foi muito duro comigo, mas sinto exatamente o oposto. Ele me fez ver que eu poderia fazer muito melhor, e fiz. Este aspecto do estilo de Steve contribui imensuravelmente para a capacidade quase mágica da Apple em fazer coisas que nenhuma outra empresa pode fazer."

No aspecto mercadológico, Evangelist diz que Jobs sabe o que as pessoas querem porque é o que ele próprio quer. "Apesar de não ser um usuário avançado, ele tem uma percepção instintiva do que o usuário quer", explica.

A leitura dos capítulos já publicados no blog de Evangelist é obrigatória para quem quer compreender o Steve Jobs por trás das cortinas do palco da Apple. 
Notícias Relacionadas
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress