ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

Como a Apple manteve o iPhone em segredo por 30 meses Print E-mail
10 Jan 2007 às 16:34, por MacPress

HÁ muito o iPod-celular iPhone, lançado ontem pela Apple, vinha sendo rumorejado pela mídia especializada sem que nenhuma prova concreta de sua existência surgisse. Sabe-se agora que mantê-lo em segredo foi um colossal desafio para a empresa de Steve Jobs.

"Uma das coisas mais espantosas sobre o novo iPhone (...) é como a Apple conseguiu mantê-lo em segredo por quase dois anos e meio de desenvolvimento enquanto trabalhava com parceiros como Cingular, Yahoo e Google", espanta-se Peter H. Lewis no Fortune.com.

Lewis diz que, lendária pela ferocidade com que guarda seus segredos, a Apple enfrentou desafios extraordinários para fazê-lo com o iPhone por 30 meses. "Além de envolver Cingular, Google e Yahoo, sem mencionar um fabricante asiático não identificado, o projeto envolveu quase todos os departamentos internos da Apple mais que qualquer outra criação anterior da Apple, segundo Jobs".

Lewis comenta também que Google e Yahoo só viram o iPhone pela primeira vez pouco antes da apresentação de Jobs, ontem (9/1), ainda que suas aplicações sejam peças-chave da experiência do iPhone. "O desenvolvimento do software foi feito sem necessidade de prover um protótipo do hardware. Em alguns casos, a Apple deliberadamente disfarçou as versões de desenvolvimento, conhecidas como 'pilhas', para impedir os programadores de ver a interface real".

No fim, a Apple decidiu revelar o iPhone agora, vários meses antes do início das vendas, em junho, porque não seria mais capaz de guardar segredo, conta Lewis. "A Apple tem que obter a necessária licença da Federal Communications Commission (FCC) para operar o iPhone e, uma vez que esse pedido se tornasse público, a Apple não teria mais controle sobre o segredo. Então, disse Jobs, ele decidiu que a notícia deveria ser dada pela Apple ao invés de pela FCC".

Lewis relata ainda que Phil Schiller, cabeça do marketing da empresa e um dos poucos executivos da Apple envolvidos no projeto desde o início, disse que teve que guardar segredo até diante da própria esposa e filhos. "Schiller contou que, quando saiu de casa para o lançamento oficial ontem, seu filho perguntou: 'Pai, você pode finalmente nos contar no que tem trabalhado?' Jobs fez uma pausa durante sua apresentação para reconhecer o esforço e sacrifício que os últimos meses trouxeram não apenas aos funcionários que guardaram o segredo tão bem, mas também às suas famílias. 'Não poderíamos tê-lo feito sem vocês', disse Jobs, usando de óbvia sinceridade." 
Notícias Relacionadas
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress