ctrl+h [alt+h]ctrl+a [alt+a]ctrl+f [alt+f]ctrl+m [alt+m]ctrl+x [alt+x]ctrl+t [alt+t]
Site Web
Mac-e-Dúvida
Na "hora do show", qual produto se destacou?
iPod
iTunes
iTV
Filmes na iTMS
iPeroba
MP.Parcerias
Seja Atípico
Seja Atípico
MP.Giro
Atualizado em:
19/12/2007 10:35:17

Informação na Velocidade da Maçã Quinta, 27 de novembro de 2008

Rumor: Steve Jobs pode ser forçado a emprestar cargo a CEO do Google Print E-mail
06 Fev 2007 às 10:46, por MacPress

OS problemas envolvendo a prática de pré-datação de opções de ações da Apple Inc., descobertos no ano passado e sob investigação do governo americano, podem forçar o diretor-presidente Steve Jobs a afastar-se temporariamente do cargo para que seja ocupado por Eric Schmidt, CEO do Google e membro da diretoria da Apple, afirma um analista.

Escrevendo para o Street Insight, Doug Kass comentou dez tópicos que costumam afetar o desempenho das ações das empresas no mercado financeiro, uma dela a Apple.

Kass acha que os problemas envolvendo a pré-datação de opções de ações podem afetar Jobs de modo ainda mais profundo do que anteriormente percebido. "Tenho ouvido que Jobs pessoalmente contratou uma poderosa firma de advocacia para defendê-lo e que as evidências cada vez mais favorecem uma ação pela SEC e pela procuradoria dos EUA", diz ele.

Kass comenta também a recente declaração feita por diretores da empresa ao dizer que "a diretoria da Apple alertou para a possibilidade de que a investigação dure muito tempo, seja cara e desvie a atenção da diretoria da condução dos negócios da empresa". Em sua opinião, essa "audaciosa" afirmação inflamou os ânimos dos dois órgãos governamentais americanos que investigam a Apple, bem como de alguns membros do Congresso.

"Também fiquei sabendo que o CEO do Google, Eric Schmidt, já começou a conversar com vários membros da diretoria da Apple a respeito de seu papel como possível substituto temporário de Steve Jobs caso os problemas legais envolvendo a pré-datação de opções de ações se intensifiquem", declarou Kass.

O mesmo Kass disse em 5 de janeiro que a Apple estaria para anunciar que Steve Jobs se afastaria temporariamente da Apple.

A esse respeito, o próprio Jobs declarou em recente entrevista à CNBC: "Bem, sabe, às vezes é um pouco frustrante o que a imprensa escreve. Boa parte desse pessoal simplesmente não tem idéia do que está falando. É frustrante ler isso. Mas, sabe, fizemos nossa própria investigação interna e contratamos um investigador independente, um ex-procurador federal extremamente competente [o ex-vice-presidente americano Al Gore] e eles olharam a maior parte de um milhão de documentos durante vários meses. E apresentaram seu relatório dizendo que nenhum dos membros da atual diretoria cometeu alguma irregularidade. Descobrimos algumas coisas que não queríamos ter descoberto e, sabe, eu, como diretor-presidente, de alguma forma sou responsável por isso. Mas apresentamos tudo isso à SEC e eles olharam algumas dessas coisas que descobrimos, mas não acho que afetarão a atual diretoria. Acho que tudo ficará bem. Sirvo com prazer na diretoria e, enquanto os acionistas me quiserem, adorarei continuar fazendo meu trabalho."

Vídeo completo da entrevista de Jobs pode ser assistido aqui
Notícias Relacionadas
ClassifiMac
©2003-2009 MacPress - Todos os direitos reservados.
Logotipos e marcas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais.
As opiniões expressas em artigos, colunas e comentários são responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião do MacPress.
Compatível com HTML 4.01/W3C
O MacPress gera RSS compatível
Gerenciado com Mambo Open Source
Retorna à Home do MacPress