Andaluz | Duas Chagas | Jogo | Para amanhã | Regalo | Retrato de Katia | Variações para morte | Cerimônia | Êxodo | Essencial | Carta lacrada | Dedicatória
 
Andaluz


Vaga pela terra, filho trágico,
com as tuas duas mãos livres.
Furta o colo das putas,
escuta o ventre delas exausto.
O retorno sempre admirável de Sarah
te conduziria àquela velha madrugada de amplidão.
Mas afasta esta necessidade, filho.
Quem uma vez mudou seus sinais correspondentes
não voltará de pronto.
Nenhuma reparação, não há nada.
No mundo, cotidianamente, andarás sem teu coração.
Por cinco anos andarás, cismando com tuas faltas.
É preciso que seja assim.