Andaluz | Duas Chagas | Jogo | Para amanhã | Regalo | Retrato de Katia | Variações para morte | Cerimônia | Êxodo | Essencial | Carta lacrada | Dedicatória
 
Para amanhã


Faz tua casa um fragmento de alma,
cobre o teu pensamento.
Vai, que estás em tempo de colher-te,
um minuto para ser teu.
Interrompe tuas regatas desbravadas,
saídas das marinas solitárias,
e retribui para terra a demonstração das tuas patas.
Que não há segunda vez,
um homem se esgalha da marga ou desiste.
Para terra dá teus domingos desagradáveis e os risíveis.
Fica lasso, pétala urdida no sol e na água.
Vai, capaz de crescer.