Neste Lugar | O amor e depois | Como quem pesca | Ouro e púrpura |
Os patriarcas
| Semelhança | Fruto caído | Dueto | Panorama
 
Como quem pesca  


Esperar ainda é pouco.
Mais é esperar como quem pesca
Absorto entre dois céus –

Um barco fadado às trevas,
Feito para ser levado ao fundo
E o mar, desmesurado, não leva...

Serena e soberana fera
Que vem lamber as mãos de um homem
Por um instante e por obséquio.