ALIMENTAÇÃO & EXERCÍCIOS
MUDANÇAS HORMONAIS
FASES DA TRANSIÇÃO
ÚLTIMA MENSTRUAÇÃO
MENOPAUSA PRECOCE
SECURA VAGINAL
INCONTINÊNCIA URINÁRIA
FALTA DE TESÃO
INSÔNIA
CALORES & SUORES
TRISTEZA & DEPRESSÃO
GANHO DE PESO
PELE & OSSO
TRH
REPOSIÇÃO ALTERNATIVA
TERAPIAS NÃO HORMONAIS
ALIMENTAÇÃO & EXERCÍCIOS
EXAMES & PREVENÇÃO
NOVIDADES DA PESQUISA
ARTIGOS & LIVROS
GLOSSÁRIO HORMONAL
GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
DESTAQUES DA SEMANA
MAIS INTERAÇÃO
MODA & MENOPAUSA
ESPAÇO PARA ESPECIALISTAS
CANAL DA SOBRAC
PERGUNTAS & RESPOSTAS
EQUIPE DO SITE
Aviso: O MenosPausa é um espaço jornalístico independente. Seu conteúdo NÃO substitui a consulta ao médico.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DIETAS PARA A PELE, OS CALORES E ANTI-DEPRESSÃO
DIETA PARA PELE

Nenhum creme hidratante existente, por mais avançado que seja, irá manter sua pele saudável, com boa aparência, se não tiver ajuda de uma dieta composta de nutrientes capazes de "limpar" sua pele a partir de dentro do organismo. Aliás, essa é a única maneira de garantir que você pareça bem e se sinta de fato saudável.

Os nutrientes essenciais para este fim são:

o Peixes: contém óleos importantes, que ao nutrir a pele, acrescentam brilho e maciez à sua aparência. Não deixe de incluir os pescados em seu cardápio, pelo menos duas vezes por semana.

o Semente de linhaça: são uma fonte excelente de ômega três, que contribui para melhor a saúde da pele. Vários tipos de pães integrais contém a semente e devem ser consumidos de preferência diáriamente, no café da manhã. Mesmo porque a semente de linhaça também tem componentes fitoestrogênicos, que são hormônios naturais e desempenham papel importante nessa fase de desequilíbrio hormonal e queda dos níveis de estradiol no organismo.

o Vitamina A: é essencial para manter a pele saudável e deve ser incorporada a dieta diária com generosidade. É encontrada em legumes cor de laranja escura como cenouras e abóboras, em batatas doces e em vegetais de folhas verde escuras como brócolis, espinafre e couve.

o Vitamin E: ajuda a melhorar muito a aparência da pele. É abundante nas nozes, amêndoas e castanhas, que devem ser consumidas como pequenos lanches, no lugar de por exemplos salgadinhos industrializados.

 
DIETA ANTI-CALORES

Evitar o estresse, manter uma boa alimentação e praticar exercícios regularmente são três medidas cruciais para suavizar a experiência dos sintomas vasomotores da menopausa. A maioria das mulheres terá de se haver com os calores ou suores noturnos em alguma momento dessa fase da vida. Algumas chegam a penar quase dez anos com a vivência deles, outras apenas por um curto período de tempo.

Se não dá para evitar a vivência dos desagradáveis sintomas vasomotores, é possível atenuá-los com uma dieta apropriada, composta de grãos que contenham fitóestrogenos - elemento natural de certos grãos que imitam o estrogênio do organismo e ajudam a aliviar os calores. Um desses fitóestrogenos, particularmente importantes, são as isoflavonas. Uma dieta rica em alimentos compostos de isoflavonas, caso da soja, dos grãos integrais como sementes de linhaça, podem de fato abaixar a temperatura do corpo e trazer alívio.

Enquanto produtos que contém álcool, cafeína e alimentos condimentados podem agravar os calores. Veja a seguir o que evitar e o que consumir para combater tais sintomas:

Preferir
Bebidas geladas como água e sucos não muito calóricos; e
Cereais integrais e soja, sob a forma de suplemento, em grão ou pasta de missô diluída em água como sopa.

Evitar
Tomar café, refrigerantes do tipo colas e outras bebidas que contenham cafeína;
Bebidas alcoólicas;
Alimentos muito condimentados; e
Comer demais nas refeições.

 
DIETA ANTI-DEPRESSÃO

Existem tipos de nutrientes que, sem dúvida, influenciam positivamente nosso humor e ajudam, sim, no combate à depressão. Veja o que consumir e evitar:

o Açúcar e cafeína formam eficiente dupla energética, mas costumam provocar desânimo mais adiante. Diminuir o consumo destes dois ingredientes pode atenuar sintomas de depressão mesmo que leves.

o Uma alimentação pobre em Ômega 3 deixa o sistema nervoso mais vulnerável a depressão, de modo que uma dieta de bem estar mentar não pode deixar de incluir muito peixe e semente ou óleo de linhaça.

o A carência de alguma vitamina no organismo, mesmo que pequena e sem conseqüências clínicas, pode afetar negativamente o humor. Uma dieta adequada, associada a suplementação multivitamínica e sais minerais, facilita o trabalho do organismo de absorver as substâncias essenciais à saúde física e mental.

o Manter a taxa de açúcar no sangue estável ajuda a manter o equilíbrio do organismo. Os carboidratos cumprem essa funçào, de regulador do nível de açúcar no sangue e por isso devem estar presentes em todas as refeições.


<< voltar