GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
MUDANÇAS HORMONAIS
FASES DA TRANSIÇÃO
ÚLTIMA MENSTRUAÇÃO
MENOPAUSA PRECOCE
SECURA VAGINAL
INCONTINÊNCIA URINÁRIA
FALTA DE TESÃO
INSÔNIA
CALORES & SUORES
TRISTEZA & DEPRESSÃO
GANHO DE PESO
PELE & OSSO
TRH
REPOSIÇÃO ALTERNATIVA
TERAPIAS NÃO HORMONAIS
ALIMENTAÇÃO & EXERCÍCIOS
EXAMES & PREVENÇÃO
NOVIDADES DA PESQUISA
ARTIGOS & LIVROS
GLOSSÁRIO HORMONAL
GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
DESTAQUES DA SEMANA
MAIS INTERAÇÃO
MODA & MENOPAUSA
ESPAÇO PARA ESPECIALISTAS
CANAL DA SOBRAC
PERGUNTAS & RESPOSTAS
EQUIPE DO SITE
Aviso: O MenosPausa é um espaço jornalístico independente. Seu conteúdo NÃO substitui a consulta ao médico.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ONDAS DE CALOR
ERVA & ORIGEM

Black Cohosh - (Cimicifuga Racemosa)

 

Nativa de zonas temperadas do hemisfério Norte: Estados Unidos, Europa, Norte da Ásia, e partes do Ártico e Sibéria. Conhecida popularmente nessas regiões como Black Cohosh, ou simplesmente preta por ser dessa cor sua raiz medicinal.

INGREDIENTES ATIVOS
triterpênicos e flavonóides
USO TRADICIONAL
Os índios norte-americanos ferviam a raiz e com a infusão tratavam problemas variados das mulheres relacionados com a menstruação e a menopausa.
EFEITO ESTUDADO
alivia as ondas de calor, principalmente, mas também atua sobre a atrofia vaginal e a depressão.(1) Em um estudo feito na Alemanha, onde a planta é particularmente pesquisada, o extrato de cimicifuga diminuiu os sintomas da menopausa de 80% de 629 pacientes que tomaram a substância, depois de 6 a 8 semanas de uso (2). Em um outro estudo alemão menor, feito com 60 pacientes, sua eficiência em estados de ansiedade e depressivos mostrou-se superior a do calmante Diazepan, em doses de 12 mg por dia (3). O uso da Cimicifuga racemosa também é recomendado para mulheres que não podem fazer uso da TRH por causa do risco de desenvolver câncer de seio ou do endométrio ou melanoma maligno. Estudos com cultura de células de tumor in vitro demostraram que ela inibe a proliferação celular (4). Ensaios feitos com ratos que ingeriram aproximadamente 90 vezes a dose ideal durante seis meses demonstraram o mesmo resultado. (5).
EFEITOS COLATERAIS
Podem ocorrer perturbações leves no trato gastrontestinal (dor abdominal ou náusea) bem como tonturas e dores de cabeça quando usada em altas doses.
CONTRA INDICAÇÕES
Não deve ser usada por mulheres grávidas ou que estão amamentando.
* referências bibliográficas
.
ERVA & ORIGEM

Trevo Vermelho (Trifolium pratense)

Proveniente da Europa, especialmente Grã Bretanha, onde se encontra largamente distribuído, é utilizado na alimentação de animais domésticos. Há mais de 240 espécies do gênero.

INGREDIENTES ATIVOS
isoflavonas, flavonóides, cumarínicos
USO TRADICIONAL
usado para tratar problemas dermatológicos em crianças, como eczemas, também era indicado e ainda é para para psoríases. Em adultos, é usado para tratar bronquite e tosse, especialmente coqueluche, por sua ação expectorante e antiespasmódica.
EFEITO ESTUDADO
traz alívio para os sintomas menopausa, nas mulheres (1)(2) e, nos homens, contribui para diminuir a incidência de Hipeplasia Prostática Benigna (HPB) e de Câncer de Próstata. É eficaz na manutenção dos níveis de HDL, o colesterol bom.
EFEITOS COLATERAIS
As isoflavonas tem propriedades semelhantes aos estrógenos e não são recomendadas para mulheres com história de câncer de mama atual ou passada. Como o trevo vermelho aumenta o risco de sangramento associado, indivíduos que usam drogas para afinar o sangue (AAS, Warfarin) ou suplementos (ginkgo, gengibre, alho e vitamina E) também devem evitá-lo.
CONTRA INDICAÇÕES
não existem contra indicações.
** referências bibliográficas
.
.
ERVA & ORIGEM

Dong Quai (Angélica Sinensis)

 

Muito comum na China, onde são conhecidas pelo menos nove espécies de Angélica Sinensis, chamadas popularmente de Dong Quai ou Dang Gui, é uma planta cuja reputação na Ásia só perde para o Ginseng.

INGREDIENTES ATIVOS
compostos cumarínicos, flavonóides e fitoestrogênios
USO TRADICIONAL
Conhecida na Ásia como "remédio das mulheres" por suas propriedades terapêuticas na pré e perimenopausa.
EFEITO ESTUDADO
As substâncias fitoestrogênicas das Angélicas Chinesas e Japonesas são muito ativas mas não tanto quanto os estrogênios de origem animal, que são 400 vezes mais potentes. O que explica porque a Angélica sinensis pode ser usada para tratar sintomas como dismenorréia (dor na menstruação) e metrorragia (menstruação anormal), da pré-menopausa e também amenorréia (ausência de menstruação) e os calores da menopausa. Quando o nível dos estrogênios é alto, característica da pré-menopausa, suas substâncias fitoestrogênicas reduzem a atividade hormonal ocupando os receptores de estrogênio espalhados pelo organismo feminino. Quando o nível abaixa, na menopausa, os fitoestrógenos da planta atuam de modo semelhante ao do estrógeno natural aumentando a atividade desse hormônio.
Os derivados cumarínicos dessa planta estimulam a atividade imunológica de pacientes com câncer, segundo estudos clínicos (1) e (2).
EFEITOS COLATERAIS
a Angélica sinensis pode aumentar o nível de açúcar na urina e as mulheres com tendência para desenvolver diabetes devem evitá-la.
CONTRA INDICAÇÕES
não existem contra indicações.
*** referências bibliográficas
.
menospausa@uol.com.br

* (1)Estudo Duplo Cego Cimicifiga versus Substâncias Estrogênicas: Influências de Fitofármacos no Epitélio Vaginal Atrófico. Terapêutica 1(Therapeuticum) (1987):23-31 (2) Uma Alternativa de Tratamento dos Sintomas da Menopausa. Ginecologia 3 (1982):14-6. (3) A Influência nos Sintomas Menopáusicos com Agentes Fitoterápicos. (Méd Welt -- Mundo Alemão). 36(1985) 871-4. (4) Influências do Extrato de Cimicifuga Racemosa em Relação a Atividade Semelhante ao Estrógeno na Proliferação em Vitro de Células com Carcinoma de Mama. Archives of Gynecology and Obstetrics 1993.254;817-8. (5)Exame do Potencial Proliferativo dos Fitofármacos com a ação semelhante ao Estrógeno em Carcinoma de Mama. Archives of Gynecology and Obstetrics 1993; 254:817-8.
** (1) Red clover: Eficácia e Farmacocinética. Jornal Britânico da Menopausa (Br J Menop) 2001. Suplemento S1.(2) Os Efeitos Derivados das Isoflavonas Derivadas do Red clover nos Sintomas Vaso Motores e na Espessura Endometrial. Procedimentos do 81o Encontro Anual da Sociedade Americana de Endocrinologia (Proceedings of 81th Annual American Endocrinology Society) 1999, São Diego.
*** (1) Ações dos Benzopirenos no Sistema Tecidual, Linfático e Sanguineo. Folha de Angiologia. (Folia Angiol) 1976;24:7-22 (2)Os Efeitos dos Derivados Cumarínicos no Sistema Imunológico do Homem. Ações de Agentes. (Agents Actions)1983;13:50-52

<< voltar