GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
MUDANÇAS HORMONAIS
FASES DA TRANSIÇÃO
ÚLTIMA MENSTRUAÇÃO
MENOPAUSA PRECOCE
SECURA VAGINAL
INCONTINÊNCIA URINÁRIA
FALTA DE TESÃO
INSÔNIA
CALORES & SUORES
TRISTEZA & DEPRESSÃO
GANHO DE PESO
PELE & OSSO
TRH
REPOSIÇÃO ALTERNATIVA
TERAPIAS NÃO HORMONAIS
ALIMENTAÇÃO & EXERCÍCIOS
EXAMES & PREVENÇÃO
NOVIDADES DA PESQUISA
ARTIGOS & LIVROS
GLOSSÁRIO HORMONAL
GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
DESTAQUES DA SEMANA
MAIS INTERAÇÃO
MODA & MENOPAUSA
ESPAÇO PARA ESPECIALISTAS
CANAL DA SOBRAC
PERGUNTAS & RESPOSTAS
EQUIPE DO SITE
Aviso: O MenosPausa é um espaço jornalístico independente. Seu conteúdo NÃO substitui a consulta ao médico.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TPM NO CLIMATÉRIO
ERVA & ORIGEM

Licorice (Glicirriza Glabra)

Nativa do sudeste da Europa e do sudoeste da Ásia, o Licorice usado na medicina é obtido da raiz de aproximadamente quatorze espécies.

INGREDIENTES ATIVOS
glicirrizina (ácido glicirrízico), flavonóides, isoflavonas e cumarínicos
USO TRADICIONAL
indicada em casos de asma, infecções do trato respiratório, como expectorante e antitussivo e para tratar de dores abdominais e das úlceras pépticas. Prescrita nos tempos de Hipócrates para prevenir a sede, é a única substância doce reconhecida por essa ação específica.
EFEITO ESTUDADO
é particularmente útil no tratamento dos sintomas da tensão pré-menstrual como a depressão, fissura por doces, inchaço devido a retenção de líquido e dor nos seios. Seus componentes ativos principais, a glicirrizina e o ácido glicirretínico possuem propriedades antiestrogênicas que contrabalançam os níveis deste hormônio em relação a progesterona. Deve ser usado na metade do ciclo que antecede a menstruação por mulheres no climatério com sintomas de TPM. O Licorice atua bloqueando os efeitos da aldosterona, hormônio produzido pela supra-renal que reduz a excreção de sal (sódio) pelo organismo, contribuindo assim para a retenção de água e o inchaço do corpo.(1) (2) e (3)
EFEITOS COLATERAIS
são os mesmos da Aldosterona. Consumido regularmente pode causar retenção de sódio e potássio no organismo e contribuir para a hipertensão e a hipotassemia (baixa de potássio).
Não deve ser usado por pessoas com história de hipertensão ou problema renal grave. O açúcar do Licorice não representa nenhum risco para diabéticos.
CONTRA INDICAÇÕES
não existem contra indicações.
* referências bibliográficas
.
ERVA & ORIGEM

Chasteberry (Vitex ou Agnus castus)

Nativa do Mediterrâneo, é conhecida pelos gregos há 2.000 anos ou mais. O nome Vitex foi obra dos antigos romanos, que a consideravam a planta similar ao salgueiro, por causa da forma semelhante de suas folhas. Os ramos flexíveis favoreciam o seu uso para o artesanato em vime, à semelhança do salgueiro. Agnus castus, do grego agnos castus -- casto, puro - tem a ver com a associação que era feita entre a planta e a castidade, desde tempos remotos. Suas sementes lembram os grãos da pimenta.

INGREDIENTES ATIVOS
flavonóides e óleos essenciais.
USO TRADICIONAL
os frutos, maduros e frescos, eram triturados até se transformar em uma pasta usada para alívio de dor nas pernas, fraqueza e até paralisia de membros.
EFEITO ESTUDADO
quase todos os estudos com o Vitex se baseiam na preparação desenvolvida pelo médico Gerhard Madaus, em 1930, de um extrato de frutas secas patenteado com o nome de Agnolítico. Ele observou que a formulação tinha o efeito de aumentar o nível de progesterona produzido pelo organismo feminino. Pesquisadores atuais acreditam que sua substância regula o funcionamento da hipófise, ao detectar níveis aumentados de estrógeno e levar os ovários a diminuir a sua produção(1). A planta é usada para tratamento de irregularidades menstruais. Em mulheres que querem engravidar, desempanha o papel de regularizar os ciclos e prevenir abortos. Estudos clínicos mostram que os benefícios dessa planta podem demorar seis meses ou mais para aparecer. No alívio da TPM (2), sua ação é perceptívei já a partir da segunda menstruação. Efeitos mais duradouros, no entanto, podem levar um ano para aparecer.
EFEITOS COLATERAIS
não foram registradas reações adversas até agora.
CONTRA INDICAÇÕES
não existem contra indicações.
** referências bibliográficas
.
menospausa@uol.com.br

*(1) Os Fitoestrogênios e seu Antagonismo para a Progesterona e Testosterona. Jornal de Endocrinologia. (Journal of Endocrinoloy) 1965,31:289-290. (2) Substâncias Estrogênicas das Plantas: Glicirriza.1950:177-180. (3) Efeito da Glicirrizina na Ação Estrogênica. Endocrinologia Japonesa.1967:34-8. Endocrinologia Japonesa.(Japanese Endocrinology) 1967,14:34-38.
** (1)Experimentação em Animal com a Técnica de Lipshutz da Atividade de um Fitohormonio na Função Gonadotropica. Geburt Frauen.1958;18:1347. (2) Tratamento da Síndrome Pré Menstrual com Vitex agnus castus: Estudo Duplo Cego controlado versus Piridoxina. Phytomedicine.1997; 4: 183-9.

<< voltar