EXAMES & PREVENÇÃO
MUDANÇAS HORMONAIS
FASES DA TRANSIÇÃO
ÚLTIMA MENSTRUAÇÃO
MENOPAUSA PRECOCE
SECURA VAGINAL
INCONTINÊNCIA URINÁRIA
FALTA DE TESÃO
INSÔNIA
CALORES & SUORES
TRISTEZA & DEPRESSÃO
GANHO DE PESO
PELE & OSSO
TRH
REPOSIÇÃO ALTERNATIVA
TERAPIAS NÃO HORMONAIS
ALIMENTAÇÃO & EXERCÍCIOS
EXAMES & PREVENÇÃO
NOVIDADES DA PESQUISA
ARTIGOS & LIVROS
GLOSSÁRIO HORMONAL
GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
DESTAQUES DA SEMANA
MAIS INTERAÇÃO
MODA & MENOPAUSA
ESPAÇO PARA ESPECIALISTAS
CANAL DA SOBRAC
PERGUNTAS & RESPOSTAS
EQUIPE DO SITE
Aviso: O MenosPausa é um espaço jornalístico independente. Seu conteúdo NÃO substitui a consulta ao médico.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EXAMES INDISPENSÁVEIS
 
 
OSTEOPOROSE
CÂNCER DE MAMA
DOENÇAS CARDIOVASCULARES

A queda de produção hormonal interfere no metabolismo da gordura no organismo e a mulher passa a ter as mesmas chances que os homens de um ataque cardíaco depois da menopausa. Daí a importância da prevenção nessa idade. Ela deve ser incorporada `a vida diária, no cuidado com a dieta e o ritmo de vida. Nesta fase temos menos necessidade de proteínas e de calorias e, portanto, devemos comer menos. Fazer uma boa provisão de cálcio no organismo, para minimizar a perda óssea, e consumir menos gorduras, para não aumentar o risco de doenças cardiovasculares, é básico na menopausa.

Dar um jeito de aumentar a quantidade de fibras na dieta é super aconselhável, para melhorar a função intestinal e reduzir o risco de câncer no intestino grosso. Praticar exercícios aeróbicos com frequência mínima de três vezes por semana e algo mais como musculação, ioga, alongamentos, fecha o corpo contra todo o tipo de mau olhado nesta fase.


<< voltar