PERGUNTAS & RESPOSTAS
MUDANÇAS HORMONAIS
FASES DA TRANSIÇÃO
ÚLTIMA MENSTRUAÇÃO
MENOPAUSA PRECOCE
SECURA VAGINAL
INCONTINÊNCIA URINÁRIA
FALTA DE TESÃO
INSÔNIA
CALORES & SUORES
TRISTEZA & DEPRESSÃO
GANHO DE PESO
PELE & OSSO
TRH
REPOSIÇÃO ALTERNATIVA
TERAPIAS NÃO HORMONAIS
ALIMENTAÇÃO & EXERCÍCIOS
EXAMES & PREVENÇÃO
NOVIDADES DA PESQUISA
ARTIGOS & LIVROS
GLOSSÁRIO HORMONAL
GLOSSÁRIO FITOHORMONAL
DESTAQUES DA SEMANA
MAIS INTERAÇÃO
MODA & MENOPAUSA
ESPAÇO PARA ESPECIALISTAS
CANAL DA SOBRAC
PERGUNTAS & RESPOSTAS
EQUIPE DO SITE
Aviso: O MenosPausa é um espaço jornalístico independente. Seu conteúdo NÃO substitui a consulta ao médico.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1
Toda mulher pode se beneficiar com a reposição hormonal?

Muitas mulheres podem usar a reposição hormonal, mas existem situações na qual é contra-indicado o seu uso como: - Câncer de mama diagnosticado ou suspeito; - Gravidez suspeita ou confirmada; - Sangramento uterino no qual não foi identificada a causa; - Sensibilidade conhecida aos componentes da reposição hormonal; - Trombose aguda.

2
O fumo pode provocar o envelhecimento?

O tabagismo está associado ao aparecimento da menopausa em idades mais precoces. A idade da menopausa está relacionada com o número de cigarros consumidos por dia e com a duração do hábito de fumar. O cigarro também está ligado aos radicais livres. Hoje se sabe que um aumento desses, leva ao envelhecimento dos tecidos.

3
Quais são os efeitos colaterais mais freqüentes com a reposição hormonal?

Dor nas mamas, dor de cabeça, dor abdominal em cólica e sangramento vaginal irregular.

4
O que deve mudar na alimentação da mulher com a chegada do climatério?

A mulher precisa de uma dieta balanceada; evitar o excesso de açúcar e gordura que aumentam o peso, o colesterol e triglicérides. É importante também a ingestão adequada de cálcio, que pode ser encontrado nos vegetais de cor verde escura, grãos, leite e derivados (iogurte, queijo magro e ricota). A quantidade ideal para ser ingerida diariamente é 1.200mg, o que equivale a 4 copos de leite semi-desnatado.

5
O que fazer para não ganhar peso com a menopausa?

Praticar exercícios regulares e manter uma dieta balanceada.

6
As mulheres engordam com a reposição hormonal?

A maioria dos estudos não demonstram aumento de peso com a reposição hormonal. O que ocorre é uma aumento de peso nas mulheres que possuem tendência a engordar.

7
Porque a pele se torna mais frágil por volta dos 50 anos?

A pele possui uma proteína chamada colágeno. Este dá elasticidade e sustentação à pele. Após a menopausa o nível de colágeno reduz até 30% nos primeiros anos, levando ao enfraquecimento da pele com diminuição da circulação, tornando-a fina, frágil, pálida, quebradiça e enrugada.

8
Quais os cuidados que eu posso ter com a pele na menopausa?

Evitar exposição ao sol, usar filtro solar, parar de fumar e beber bastante líquido.

9
O que fazer com a mancha senil?

Estas precisam de uma atenção especial. O ideal é procurar um dermatologista que poderá realizar cauterização, "peeling"ou uso de produtos químicos próprios. Mas é importante lembrar o uso de filtro solar diariamente com fator superior ao 25, pois os raios ultra-violetas acentuam as manchas.

10
O que acontece com as unhas na menopausa?

Elas se tornam mais quebradiças e crescem mais lentamente podendo ter aparência opaca, além da presença de estrias e manchas.

PERGUNTA sem RESPOSTA
1
Mulheres com endometriose podem realizar Reposição Hormonal?

A endometriose é uma doença muito freqüente entre as mulheres. Ela é definida como o endométrio (camada mais interna do útero) fora do útero. Tem como sintomas dor crônica em baixo ventre, cólica menstrual, dor durante a relação sexual e infertilidade. Permanece até hoje como uma doença mal entendida que se desenvolve através do estímulo hormonal. Sabe-se, no entanto, que se essa doença não estiver desenvolvida antes da menopausa, os riscos da mulher ser sintomática após a menopausa com a reposição hormonal é mínima. A questão principal é em relação às mulheres que já têm o diagnóstico confirmado antes da menopausa; se essas devem ou não receber a reposição hormonal. Sabe-se que nos casos de endometriose mínima, é totalmente aceita, ficando questionado o uso nos casos mais avançados pelo risco de aumentar a progressão da doença. Como não há um consenso nos estudos feitos, há muitas divergências com relação à conduta médica.


<< voltar