XML/RSS Feed
Compartilhe:
Ano XIII • Número 656 • Maio de 2013
Corruptos são encontrados em várias partes do mundo, quase todas no Brasil
DAILLY MÍLLOR
O que prevejo imediatamente
Com otimismo:
Daqui a seis anos, teremos, incrustado nos ombros, um terabyte-chip (1.099,511,627,776 bytes) anulando a gravidade individual. Vamos voar como os pássaros! Em percursos locais, depois o mundo. Isso eliminará a praga do nosso tempo, o automóvel-individual, trambolhão egoísta, custoso, poluente, assassino.

Com pessimismo:
Até o fim do ano, é, estou falando de 2020!, já terá um severino qualquer mandando instalar no corpo um mega-chip (1.048,576 bytes) do Google com todas as informações existentes no mundo. Toda a VEJA, todo o New York Times, toda a Folha, tudo. Qualquer coisa que você disser, ele responderá na bucha. Ele sabe!
Leia outros Dailly Míllor
BÍBLIA DO CAOS
Em tempos de crise sociais os pobres perdem o pouco que têm, os competentes são afastados de seus cargos - e os inocentes vão para o paredão.
POEMAS
CONPOZISSÕIS IMFÃTIS: A ELETRICIDADE
"A eletricidade é o que dá choque. No fio lá de casa é só o susto. Agora nos da rua muita gente morre a não ser os passarinhos que nem ligam. A eletricidade é também o que dá a luz elétrica que papai sempre diz que se esqueceu de pagar ela quando o homem vem cortar. A luz elétrica não é como a luz do sol pois precisa de lâmpada pra acender e pra queimar. Fora isso eu não sei mais nada de eletricidade a não ser a televisão mas essa até mesmo o papai diz que ninguém entende." Leia outros
Todo grupo político é apenas agência de emprego pra seus membros
FÁBULAS FABULOSAS: O HOMEM QUE DORMIU NO PONTO

Qian-Qnei, voltando de madrugada, depois de um mês de viagem, teve que bater violentamente na porta de casa até que a mulher o atendesse.

Caindo de cansaço, e irritado pela aparente desatenção, o homem esculhambou a mulher e, apesar de morto de fome, resolveu se deitar sem comer. A mulher, também zangada, virou pro lado na cama e, quando ele acendeu a luz, gritou: "Apaga essa porcaria que eu quero dormir!".

O homem apagou mas, apesar do escuro, viu a ponta de dois tamancos holandeses, vermelhos, aparecendo suspeitamente embaixo da cama. Envenenado de ódio, sentiu o sangue lhe subir à cabeça, pegou silenciosamente sua cimitarra (1), pronto para um ato de violência, quando se lembrou da lição existencial de seu mestre de filosofia, Ku-En-Puí: "Pense dez vezes e meia antes de uma ação que possa ser fatal".

Qian-Qnei se acalmou ao lembrar o conselho e refletiu lá consigo próprio: "Dormirei um sono tranqüilo, e amanhã, mais calmo, ajusto contas com meu amargo destino". Mas, assim que Qian-Qne dormiu e começou a roncar, a mulher, sabiamente, trocou o par de tamancos vermelhos que o amante holandês (2) tinha abandonado no pavor da fuga, e botou no seu lugar um par de borzeguins dourados, do marido.

"Ah!", exclamou Qian-Qnie alegremente, ao acordar de manhã. "Extraordinário! Bastou passar a raiva, pra que eu visse melhor. Como é que eu fui confundir meus melhores borzeguins dourados com um par de tamancos vermelhos? Devia estar mesmo muito fora de mim. Se agisse precipitadamente, ontem à noite, teria ficado completamente ridicularizado diante de minha querida mulher".

(1) Mongol usa cimitarra?
(2) Amante holandês na Mongólia? Eta, globalização!

MORAL: DEVEMOS SEMPRE AGIR ÀS CLARAS. Tem mais aqui

INAUGURAÇÃO DO LARGO DO MILLÔR
Não resisti e publiquei (postei é ótimo, pois se trata de um poste!) no meu Facebook, ilustrando a foto que já lhe enviei anexada em e-mail anterior... Clica!
Homenagem da Toledo Propaganda
MILLORIANAS
Matemática: Já sou bem mais velho do que fui há muito tempo, mas não tenho nem a metade da idade de quando tiver mais do dobro
O melhor do sexo antes do casamento é que depois você não precisa se casar
Links:
Copyright © Millôr Online 2013. Todos os direitos reservados.
Projeto e produção:
Desenvolvimento:
Google Custom Search
Poemeu Nulo

Vocês acham que sou zero.
Não me zango,
Sou sincero.
Se pra vocês o zero é zero
Eu ponho o zero onde eu quero.
Mais de 395 mil seguidores