Home Amalfi

Nascido em 02 de abril em Santa Maria de Castelabate, Itália.
Aos 13 anos veio juntamente com sua família para o Brasil em um navio, durante a viagem na comemoração da passagem pelo Equador, havia uma festa a fantasia, e foi aí que Amalfi ainda tão jovem foi requisitado para improvisar as fantasias da festa.

Desenho 1Aos 17 anos já fixado em São Paulo fez o seu primeiro desfile no Guarujá, o ano era 1967, a moda da época era um tubinho feito com tecidos rústicos, Amalfi então, comprou na feira de sacos alvejados e com ales fez seus modelos, comprou tinta para tecidos e fez estampas marinhas. Foi um sucesso.

ModeloEm 1968 Ricardo Amaral, era colunista social do jornal Última Hora e, encantado com um dos modelos de Amalfi, resolveu lança-lo como uma nova cara no mundo da moda. Seu nome figurava na coluna (Guerra das Tesouras) entre os já famosos Dener, Clodovil, José Nunes e Guilherme Guimarães. Auto-didata iniciou sua carreira como estilista da casa de modas LA SIGNORINELLA ao mesmo tempo, desenhava fazendo estamparia para indústria têxtil como: Bangú e Scala D'oro. Nos anos 70 montou seu atelier e continuou seu trabalho nas indústrias, foi aí que adquiriu grande prática no pret-à-porter.

Devido ao seu gosto refinado atraiu uma clientela fiel entre elas, muitas de nossas primeiras damas. De forte personalidade italiana, mas com um estilo todo brasileiro Amalfi continua até hoje muito produtivo, fazendo desfiles durante o ano todo, muitos deles de caráter beneficiente.

Na alta costura utiliza bordados que ele mesmo desenha, corta seus taileurs sem usar a geometria, desenha também uniformes para companhias aéreas, como: Varig, Vasp, Tam e Aerolineas Argentina. Tem como hobby pintura à óleo e bico de pena.

Amalfi é uma estrela, mas não com um brilho intenso e fulgurante que logo se apaga, mas sim uma estrela com brilho firme e claro que permanece eternamente.
Chapeu femininoAcompanhadoChapeu feminino


PRÊMIOS 1968 - Revista Manchete - Revelação do ano entre os 10 estilistas brasileiros de primeira linha.

1971 - Medalha de ouro na FENIT.

1974 - Medalha Ana-Neri.

1977 - Troféu Gladiador - Melhor do ano.

1978 - Imprensa de São Paulo - Melhor do ano.

1985 - Supercap de ouro (por ter ganho 6 anos seguidos).

DESENHOS ORIGINAIS

Desenho 2Desenho 3Desenho 4

FOTOS DE DESFILES REALIZADOS

DesfilesDesfiles
Desfiles

Assinatura Amalfi