A Paixão pelo Tempo

Por Diana Galvão*

A convite do Museu Histórico Nacional Hans Donner explicou ao público a sua paixão por criar relógios, que define como esculturas em movimento.

O brasileiro de coração e alma, nascido na Alemanha que viveu e estudou em Viena na Escola de Design, declara que o tempo mexe com todos nós e marca os nossos momentos de forma inesquecível, ganhou seu primeiro relógio no Crisma - cerimônia católica de que sucede a Primeira Comunhão - e lembra até hoje do dia em que assistiu encantado a Copa do Mundo com a presença dos ídolos do futebol Gilmar e Pelé.

Tempos depois seu encanto por esta seleção brasileira de futebol o levou em direção a uma outra paixão: o Brasil.

Hans havia lido em uma revista alemã que aqui se fazia um design incrível e mesmo sem falar a língua portuguesa viajou para descobrir este país com extensão continental e alegria incondicional.

"O Brasil foi um presente na minha vida, aqui o tempo tem sido mágico comigo na minha vida profissional e emocional" declara o designer.

Com 25 anos dedicados a Rede Globo foi solicitado pela direção da empresa a criar uma marca comemorativa para os 500 Anos do Descobrimento do Brasil com um relógio que fosse a cara deste projeto, que possuía o seguinte briefing: "O Brasil vai virar o centro do mundo." Colocando o Brasil no centro do mostrador o relógio que Hans criou deu início à contagem regressiva para a comemoração dos 500 Anos de Descobrimento do Brasil, sendo o primeiro relógio instalado em Porto Seguro e outros 27 em diversas capitais de estado.
Visitar cada uma destas capitais foi um dos momentos mágicos na vida do designer que em cada inauguração plantou uma muda de árvore em frente ao relógio, marcando também a valorização da ecologia. A concepção do Relógio dos 500 Anos também marcou uma mensagem para os brasileiros: "eu e o Brasil somos o centro do mundo".

A exposição "O Tempo não Pára" é para Hans Donner uma grande oportunidade de mais uma vez refletir sobre a História do Brasil através de uma visão plástica do tempo. Como o tempo não pára e também nunca passa pelo mesmo lugar, pois nenhum minuto é igual a outro, o processo do relógio Time Dimesion partiu da idealização de um relógio sem ponteiros, que, a cada instante, pudesse representar um visual diferente. Se inspirando no relógio de sol e nos movimentos do planeta Terra criou o Time Dimension um relógio sem ponteiros, feito com três discos sobrepostos, que, a cada 12 horas, formam 43.200 combinações de nuanças, do preto ao branco e do azul ao lilás. Uma criação premiada internacionalmente e a preferida do designer, um relógio único que mostra a passagem do tempo se utilizando da beleza das cores. Durante a programação do Fashion TV, canal à cabo 24 horas, que atinge 300 milhões de lares na Europa e EUA, www.ftv.com, a cada nova hora surge o relógio Time Dimension informando o horário com grande estilo.


Integrando as peças de Hans Donner nesta exposição do MHN consta o relógio Times Faces, no qual, substituindo os doze números indicativos das horas, utilizou as letras BY HANS DONNER, o que lhe permitia assinar suas criações. A Instalação do Mapa Mundi, com 3.000 relógios do modelo de pulso do Relógio dos 500 Anos, todos em tempo real, nos fusos horários correspondentes, foi idealizada não só em referência ao Brasil, mas também a passagem do milênio e o fluir do tempo. Neste espaço se encontram também móveis criados pelo designer como a cadeira em homenagem ao Rei Pelé, na qual ele receberá em uma próxima oportunidade o relógio em ouro com marcador colorido.

Finalizando a palestra Hans declara que o convite para expor, justamente em um momento em que ele comemora a sua descoberta deste país, foi um grande presente. Nesta mostra, com estas criações, ele representa as cores pelas quais bate o seu coração:
verde, amarelo e azul.

* Diana Galvão é estilista, pós-graduanda em "Moda e Comunicação On-Line" pela UAM, figurinista e consultora de estilo para negócios de moda.