Publicidade

 




Conheça todas as dublagens já feitas no Brasil para as produções de Batman e saiba o que esperar para o novo filme Batman Begins.
17/06/05
Escrito por: David Denis Lobão
Editado por: Danilo Saraiva

Batman é um dos mais sombrios super-heróis já criados até hoje. O cavaleiro das trevas ganhou vida em 1939 pelas mãos do desenhista Bob Kane na revista Detective Comics e de lá pra cá se tornou um ícone da cultura pop mundial, saindo das HQs e ganhando vida em outras mídias.

O homem morcego americano logo chegaria ao Brasil e aos cinemas, televisores e home-videos, passando a ter suas produções dubladas no país. Sejam elas versões em animação ou live action, seriados ou filmes.

Hoje, data de estréia no Brasil do seu novo filme Batman Begins, a seção de dublagem do OhaYO! revive com exclusividade os melhores momentos do herói mascarado na história da dublagem brasileira. E investiga como vai ficar a dublagem do novo filme.

O começo em São Paulo

Impossível começar nossa rápida retrospectiva sem citar o seriado clássico de Batman, dublado no país nos anos 60 na AIC de São Paulo (atual BKS), a mesma de Perdidos no Espaço. Reprisada até hoje pela Rede 21, a série marcou época com as vozes dos dubladores e até hoje recebe homenagens como a "dublagem cômica" feita por alguns fãs onde fizeram um episódio com o sugestivo titulo de "Feira da Fruta". (Veja a comunidade sobre ela no Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=647840 )

No entanto esta seria apenas uma breve passagem de Batman por São Paulo, seus filmes e seriados seguintes foram feitos no Rio de Janeiro. Assim, o homem morcego apareceu primeiro na televisão com dubladores paulistas, como também ocorreu com Super-homem e Homem-Aranha. Mas diferente dos anteriores Batman é um caso similar ao dos mutantes de X-men, fica muito difícil imaginar o herói e seus inimigos com outras vozes senão as cariocas. O motivo você confere nos tópicos a seguir.

Um Batman muito animado nos anos 70

Em 1973 chega ao Brasil à animação Super-Amigos, série original de Hanna Barbera co-produzida com a DC Comics e a Warner. Sua versão brasileira ficou a cargo da Herbert Richers. O Batman, o original feito por Olan Soulé ganhou a voz nacional de Pádua Moreira.

Em 1977 mais duas séries chegariam ao Brasil. A primeira delas foi Super Amigos II também dublada na Herbert Richers. Enquanto nos Estados Unidos, Olan Soulé continuava como a voz de Batman, no Brasil ela passaria a pertencer a Nílton Valério, que faria o herói em seus dois longa-metragens de Tim Burton.

No mesmo ano Nilton repetiria o papel em As Novas Aventuras do Batman (da Filmation), animação que contava com Carlos Marques (o Super Mouse) como Robin e Cleonir dos Santos (o Capitão Marvel Jr em Shazam!) como o chatinho Batmirim.

Nilton ainda faria o Batman na próxima continuação dublada pela Herbert: O Desafio dos Super-Amigos de 1978.

Os filmes de Tim Burton

A produção Batman de Tim Burton de 1989 foi dublada na Herbert Richers, estúdio que dublaria quase todas as produções do Homem Morcego no Brasil como Super Amigos, O Novo Batman, Batman do Futuro, entre outros.

O herói Bruce Wayne, vivido por Michael Keaton, ganhou a voz do dublador Newton Valério (que já fazia o herói em sua versão animada desde a década de 70). Jack Napier, o Coringa foi dublado por Darçy Pedrosa (o homem que mais faria o personagem no país) e a sensual Vicky Vale ganharia vida com Mônica Rossi, dubladora da atriz Kim Basinger e conhecida do público como a mãe da Aeka em Tenchi Muyo OVA.

Em 1992, Burton dirigiria Batman - O Retorno com o mesmo Keaton e o mesmo dublador no Brasil. Integrariam a dublagem do filme, alguns dubladores clássicos como José Santacruz, dublador tradicional de Danny De Vitto, dando voz ao Pinguin, novamente a mais conhecida do personagem por aqui. Os fãs de animes lembariam de Santacruz em seus trabalhos como Vírus (Corrector Yui), Presidente Boone (Metrópolis) e Avô da Kamone (Cyber Team in Akihabara - O Filme).

A sensual Mulher Gato ganharia a voz da dubladora da Michelle Pfeiffer, Vera Miranda, a também dubladora da Lady Eboshi (de Princesa Mononoke). Isaac Bardavid (o Esqueleto de He-Man) deu voz ao Chefe Carl Grisson, enquanto Orlando Drummond (o Scooby-Doo) foi o Prefeito Borg.

Batman Eternamente e Batman & Robin

Em Batman Eternamente de Joel Schumacher (1995) o homem morcego foi feito pelo ator Val Kilmer e ganhou a voz de seu "boneco" (ator que normalmente dubla um personagem ou ator em todas as aparições do mesmo) Marco Antônio Costa na Cinevídeo. Por uma feliz coincidência do destino o dublador também era o "boneco" de George Clooney (em series como Plantão Médico), que faria o herói em Batman e Robin na Wan Macher.

Mas esta linda história da dublagem de Batman e Robin, tem um porém. Durante as dublagens do filme para home-video, ocorreu uma greve de dubladores e a produção foi feita com "profissionais alternativos". Nesta fase o Robin foi feito por Carlos Tureta, narrador do Cartoon Network. Algum tempo depois quando o filme foi redublado para TV o problema foi corrigido com Marco Antonio Costa (o Suzako de YuYu Hakusho) como Batman, Manolo Rey (o Greymon de Digimon) como Robin e Marco Ribeiro (o Yusuke de Yuyu Hakusho) como o Charada de Jim Carrey.

Dentre os vilões destes filmes ainda devemos destacar o trabalho de Júlio Chaves (Homer Simpson) como Harvey Dent, o Duas-Caras. Miriam Ficher (Botam de Yuyu Hakusho) tradicional dubladora da atriz Uma Thurman, na pela da sensual Hera Venenosa e Garcia Jr. (o He-Man), voltou a dar voz a para Arnold Schwarzenegger como o Mr. Freeze.

Os novos Batman animados

Nos anos 90, chegava a TV Batman: The Animated Series (mais conhecido como O Novo Batman no SBT e Batman Volume 2 na Warner). O mais longo desenho animado de Batman, foi dublado na Herbert Richars com aquele que se tornaria à voz mais popular de Batman no Brasil Marcio Seixas (o Danatelo de Tartarugas Ninjas). O sucesso foi tanto, que o dublador passaria a fazer inclusive jogos de videogame como o herói.

Mas nem tudo é perfeito para os fãs, que ao longo dos anos viram Bruce Wayne ser trocado por Maurício Berger (o Lanterna Verde da nova Liga da Justiça). Além da série clássica presenciamos o herói com outra voz em Batman do Futuro, ainda na Herbert.

Mas os fãs respirariam aliviados quando a Cinevídeo passou a dublar o novo seriado da Liga da Justiça e Batman voltou a ter a voz de Marcio Seixas.

Nos desenhos, muitos vilões tinham suas vozes constantemente alteradas. Algumas perfeitas escalações como Sumara Louise (a Freeze de Corrector Yui) que dava vida a Hera Venenosa, eram alteradas porque seus dubladores deixavam de ser funcionários contratados da Herbert.

E com as mudanças de estúdios pelas quais o personagem passou outras ocorreram, a ponto de Guilherme Briggs dar um show como Conringa em um episódio de Super Choque que o vilão aparece e provar que nem sempre mudanças podem ser ruins.

O novo desenho

A nova animação do homem morcego O Batman, estreou há pouco tempo no Cartoon Network, mas já foi totalmente dublado na Hebert Richers. O capus do herói agora pertence a Eduardo Ribeiro , a voz de Kurama de Yu Yu Hakusho, Ricardo Juarez (o Johnny Bravo) que já tinha feito o herói em outras animações, incluindo em um longa feito para TV, chegou a ser cogitado para o papel, mas não fez o teste pois a Herbert julgou que apenas funcionários (dubladores contratados) da mesma fariam. E Juarez não se encontra nesta situação desde de julho de 2003.

Sendo assim Marco Antônio (o dublador do homem morcego em Batman Eternamente e Batman & Robin), Alexandre Moreno (o Kaká de Johnny Bravo) e Eduardo Ribeiro fizeram o teste, ganho pelo último.

Batman Begins

Para o novo filme a dublagem ainda é um mistério. Quem seria Batman? Newton Valério, Marco Antônio Costa? Eduardo Ribeiro? Uma nova voz?

Tantas dúvidas ainda ficam no ar porque como a censura do filme não foi "livre", não foram distribuídas cópias dubladas para os cinemas, então só será possível ver o filme com versão brasileira em VHS ou DVD.

O "boneco" do ator Christian Bale (de Psicopata Americano) que faz o novo ator de Batman nos cinemas é o dublador Ettore Zuim (diretor de Super Choque). Já o ator Márcio Seixas que foi o que mais dublou o personagem no Brasil é dublador fixo de vários atores que participam deste filme: Lian Neeson, Morgan Freeman, Michael Kaine e Rutger Hauer. Qual deles ele fará? Márcio nunca escondeu que gosta muito de Morgan Freeman, mas não existe ainda uma confirmação se ele fará o filme.

Assim que tivermos a confirmação do elenco de dublagem de Batman Begins você saberá em primeira mão aqui no portal OhaYO!

Fotos Batman Begins: Divulgação Warner

Produzido por ©YAMATO CORPORATION - Conteúdo por ©YAMATO EDITORA - Design por ©T2 Studio - 2004/2009
Copyright: Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da ZN Editora.