Publicidade

 




Culinária Oriental Parte 3: Os Doces Japoneses
28/04/2006
Escrito por: Danilo Saraiva
Editado por: Danilo Saraiva
Os japoneses incluíram o doce em sua culinária a partir do século XVII, quando a qualidade de vida tornou capaz que eles criassem refeições sem ter que ser práticos.

A não-valorização da mulher no dia-a-dia, os fatores culturais e o grande cultivo de arroz aumentaram ainda mais esta prática de fazer guloseimas adoráveis.

Hoje, a situação está um pouco diferente. Os doces se renderam aos costumes ocidentais e são poucas as criações tipicamente japonesas. Conheça as quatro mais famosas derivadas do arroz:

Kashiwamochi

Este doce celebra a tradição da família japonesa por ser feito de folhas de carvalho, que cientificamente só caem das árvores antes que brotem as mais novas.

Feita de farinha de arroz e recheada das mais diversas formas, sua essência está em enrolar o alimento em uma folha de carvalho depois de pronto.

Apesar de sua história milenar, hoje, o Kashiwamochi serve apenas como uma referência à natureza, tão cultuada no Japão atual cheio de prédios e itens da modernidade.

Sembei

Muito comercializadas no Brasil nas grandes redes de supermercado, as Sembei tem aparência de bijus finos, geralmente redondos ou quadrados.

O “cookie” japonês é servido quente, mas as versões industrializadas fizeram da receita um grande “biscoito” japonês frio.

É feito com a mistura de farinha, arroz e água (mesma essência do biju, só que sem ovos). Em alguns lugares, as famílias antigas costumam temperá-lo com shoyu, sal ou pimenta.

Taiyaki

O doce mais procurado do inverno é servido bem quente e pode utilizar inúmeros recheios. Os formatos da massa variam, mas geralmente e por tradição, são comercializados como um grande “peixe” recheado.

Também derivado do arroz e mais elaborado do que os demais doces japoneses, sua receita pode custar caro, sendo muito exportado para países do oriente.

Em São Paulo, a receita é muito procurada no bairro da Liberdade.

Kushi Dango

Os bolinhos de arroz são sensação no Japão. Doces e de consistência macia, eles fazem parte do lanche escolar, das grandes feiras e vendidos até mesmo em restaurantes e lojas de conveniência.

A massa é feita de arroz amassado com água, que forma uma papa bastante sólida.

Pode ser preparado com molho de shoyu, enrolado em algas ou “flambado” com açúcar. Geralmente é servido em espetos.

Bolos, doces e chocolates

Os orientais se renderam aos costumes do ocidente e isso não se reflete apenas na culinária do dia-a-dia, mas nos doces.

É cada vez maior o número de confeitarias no Japão, visto que até as emissoras orientais já aderiram aos programas da cozinha ocidental.

Em animes como “Card Captor Sakura” e “Sailor Moon” podemos ver como este ocidentalismo se alastra. As personagens dessas séries adoram doces, chocolates e cookies, fazendo referências a essas “comidas” a todos os instantes. É claro que nós entendemos, afinal, é mesmo difícil resistir a um bom chocolate.


Kashiwamochi

Sembei

Taiyaki

Kushi Dango

Fotos: Divulgação / Web / Restaurantes
Produzido por ©YAMATO CORPORATION - Conteúdo por ©YAMATO EDITORA - Design por ©T2 Studio - 2004/2009
Copyright: Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da ZN Editora.