Publicidade

 




Joe Higashi é nota DEZ!
26/10/2006
Escrito por: David Denis Lobão
Editado por: David Denis Lobão
João, ou melhor, Joe Higashi é um caso raro no mundo dos cosplayers. Junto com o campineiro Ricardo Scorpion, este paulista conquistou em janeiro de 2006 o primeiro DEZ dos eventos da Yamato Comunicações e Eventos no 3º Anime Dreams.

A nota máxima veio de todos os juizes na categoria grupo livre em uma apresentação feita pelos dois, que conquistou o público de imediato. E o fato é tão surpreendente que nenhum grupo conseguiu repetir o feito até hoje.

Na entrevista abaixo falamos com Joe para tentar descobrir qual o segredo para conquistar a tão sonhada nota dez. Com vocês o Esqueleto...

Conexão OhaYO!
Entrevista Exclusiva com: Joe Higashi

OhaYO! - Você é cosplayer desde quando? Quais cosplays que você fez e que destacaria?

Joe - Desde 2003. Eu gosto muito do Joe Higashi, ele que me deixou conhecido nesse mundo cosplay, outro que curto muito é o Esqueleto e o Homem Aranha Simbionte. Mas creio que cada um de todos que eu fiz foi especial de algum modo pra mim.

OhaYO! - Qual a sensação de ser o campeão do Anime Dreams 2006?

Joe - Foi legal, uma sensação boa. Mas o que mais valeu para mim foi o publico aplaudindo, isso é uma sensação indescritível.

OhaYO! - Você é conhecido por fazer muitos grupos. Como são os ensaios para as cenas mais complicadas como as de lutas?

Joe - Ensaios são chatos, porque são muitos e dependendo o grupo, no caso de luta é mais chato ainda. A sorte é que todos que fazem luta no meu grupo já praticam artes marciais por anos, então isso facilita, mas sempre acabamos nos arrebentando quando apresentamos pela empolgação, mas é legal. Geralmente nos reunimos em alguma praça pra ensaiar as lutas, e isso sempre acaba em alguma atrapalhada quando eu arremessei o Roges em cima de uma barraca de um vendedor (risos).

OhaYO! - Em julho, um grupo de coordenadores elegeu seu grupo um dos melhores Teatro Cosplays já produzido. Teremos novidades em relação a isto?

Joe - Achei isso legal, mas o mais interessante é que quando apresentamos o “Street´s of Rage” no Teatro Cosplay não fizemos ele pensando no Teatro e sim usando regras de uma competição normal. Mas gostei de ficar sabendo que o pessoal curtiu tanto. Temos idéias pra um teatro mesmo, quem sabe um dia não rola.

OhaYO! - Qual a sensação de ter a primeira média DEZ de toda a história dos concursos de cosplay dos eventos da Yamato? E justamente com um grupo na disputada categoria livre (Anime Dreams 2006).

Joe - Velho, isso foi legal. Jamais imaginaria isso, ainda mais que pra alcançar um dez tem que ter o consenso de todos os juízes. Eu achei muito gratificante isso!

OhaYO! - Como ocorreu este dez... Conte um pouco sobre o cosplay usado, a apresentação, o grupo...

Joe - Bom, usamos o cosplay de Esqueleto e Mumm-rá. Eu e o Ricardo (Scorpion) estamos quebrando a cabeça como fazer uma apresentação com os dois, até que de repente veio a idéia de usar o Pink e o Cerébro, porque isso seria um fator surpresa que ninguém ia esperar. O Ricardo foi um felizardo por ter tido essa idéia. Depois fizemos o texto gravamos as vozes (eu faço o Pink, o Cérebro e o Esqueleto) e ensaiamos. Claro que pegamos o Andy pra manipular o Pink e o Cérebro (risos). O Resto é história!

OhaYO! - Qual o segredo para ter uma nota alta em um concurso? Escolher a categoria certa, conhecer as regras, fazer bem feito... O que?

Joe - Em primeiro lugar, criatividade. Sem isso você não consegue deixar o publico feliz. Claro que escolher um personagem que você conhece ajuda e muito. E ter fé no seu taco, porque sem isso não vira nada! E estar também sempre de ouvido atendo as criticas e saber separar as boas das ruins.

Fotos gentilmente enviadas pelo próprio cosplayer (Arquivo Pessoal)

Produzido por ©YAMATO CORPORATION - Conteúdo por ©YAMATO EDITORA - Design por ©T2 Studio - 2004/2009
Copyright: Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da ZN Editora.