Publicidade

 




VOLTA AO TEMPO: "LION MAN"
00/00
Escrito por: Giuliano Peccilli
Editado por: Leandro Cruz e David Denis Lobão

“Lion Man” foi um dos seriados que vieram parar aqui no Brasil, no auge do sucesso de “Changeman” e “Jaspion”. A série não teve o devido tratamento que as outras, tornando injustamente, apenas mais uma entre outras que vinham sendo exibidos no inicio da década de 90.

Produzida em 1973, a série “Fuun Lion Man” (literalmente “Tempestuoso Lion Man”), o seriado teve 25 episódios, e foi continuação da serie “Kaiketsu Lion Man” (literalmente “Vigilante Lion Man”). As duas, podem ser facilmente distinguidas como a do Lion Man laranja e a do Lion Man branco (a original).

O seriado foi produzido numa época, em que os filmes de velho oeste estavam explodindo de sucesso nos EUA e na Itália, enquanto no Japão, o cinema explorava o mundo dos samurais. P-Production, a produtora dos dois “Lion Man”, logo bolou uma série aonde todas as músicas remetessem ao velho oeste, enquanto a trama falasse de samurai. A mistura deu um programa com um diferencial, onde tinha músicas inesquecíveis ao estilo ocidental, e roteiro sério e maduro, sobre o universo dos samurais.

A história do homem leão

O live action começa com a cena antológica, de Dan Shimaru, prometendo se vingar da morte de seu irmão e a destruição da sua vila. O protagonista da série estava disposto a qualquer coisa para destruir a família de Mantor do Diabo.

Lion Man, sempre ajuda o casal de irmãos, Sankichi e Shinobu. Ambos procuram seu pai, que desapareceu há muitos anos, e é o ultimo parente vivo deles. Assim, quase todo episódio, Dan Shimaru, acaba os salvando da família de Mantor.

O seriado tem muitas reviravoltas, trazendo incerteza sobre se realmente o Lion Man ira se vingar de Mantor. Uma delas, é quando aparece o personagem Jaguar, o invencível felino, que deseja a todo custo, ter uma luta até a morte com Lion Man. Jaguar, chega a se unir ao inimigo, apenas para poder lutar com Lion Man, mas acaba descobrindo as reais intenções do herói não querer lutar com ele, assim tornando seu um aliado na guerra contra Mantor.

Durante a série, acabamos descobrindo os personagens secundários melhor, assim conhecendo que Sankichi, é uma criança prodígio, que consegue desenvolver algumas armas contra a família de Mantor, como uma dinamite. Por outro lado, conhecemos a linda e meiga, Shinobu, que canta a bela canção “Shino no Kazoeuta”, em muitas situações da série, sobre reflexão em sua busca pelo seu pai.

Em cada episódio, Dan Shimaru, entra mais no terreno conquistado pela família de Mantor, assim percebendo que a conquista do Japão, por Mantor, está quase sendo concluída. Dan Shimaru, tenta incentivar vilarejos a lutar contra o inimigo, às vezes, conseguindo convencer e os fazer lutar por sua liberdade, outras vezes, ele fracassa, ao querer mudar as pessoas.

O grande momento da série, realmente é quando o Lion Man, pensa ter encontrado a derrota, mas logo surge o Lion Man branco, o original, que o incentiva a continuar sua luta contra Mantor. Infelizmente, por causa da dublagem, o impacto da cena original, que é tocar a abertura da série do Lion Man branco, foi toda ignorada na versão brasileira, assim não causando a mesma reação que o público japonês teve, ao ver o encontro dos dois.

Talvez, um dos momentos mais injustos do seriado, é quando Jaguar decide lutar sozinho contra o inimigo, sendo derrotado. Lion Man, encontra o companheiro morto, assim jurando mais uma vez, que ira liquidar a família de Mantor.

Lion Man ainda encontraria um outro personagem que ensinaria a ele, que para derrotar Mantor, ele teria que lutar muito mais bravamente que antes. Joe Tiger Jr, é um dos personagens mais carismáticos da série, sendo um carrasco, mas também amigo a sua maneira, de Lion Man. Uma curiosidade é que o personagem Joe Tiger Jr., tem ligação com o personagem Joe Tiger, que aparece no seriado “Kaiketsu Lion Man” (o do Lion Man Branco).

Na reta final do seriado, Lion Man, deixa de utilizar seu elmo, tornando visualmente parecido com o Lion Man branco, mas também se tornando ainda mais felino, em sua personalidade.

Sankichi e Shinobu acabam descobrindo o destino de seu pai. Seu pai, não é mais humano, tornando se um dos aliados da família de Mantor. Infelizmente, o pai deles acaba morrendo no confronto final, assim ambos jurando que só lembrariam do pai deles, quando este foi humano, recebendo um tufo de cabelo de Lion Man, que havia recebido do pai deles, dizendo que era uma lembrança de quando ele foi humano.

No final, com a missão cumprida, Dan Shimaru, cavalga longe ao seu cavalo, enquanto Sankichi e Shinobu se despedem do amigo que fez. Eles também voltariam para seu vilarejo. Joe Tiger Jr, saúda ao amigo que fez, de longe, sabendo que realmente Lion Man não precisava de sua ajuda. O Japão aos poucos se reconstruiria, esquecendo que houve um período de trevas, no continente, assim encerrando um dos mais fantásticos seriados que já se passou aqui no Brasil.

No Brasil

A série infelizmente, veio para a televisão, por causa do sucesso das series de live action, havia explodido naquela época. Assim, a série veio junto com a segunda remessa de series de sucesso, como Jiban e Jiraya, estreando de maneira tímida e até confusa na televisão brasileira. Comprada pela Top Tape, a série, veio com mais dez episódios da serie “Kaiketsu Lion Man”, série original e anterior a “Fuun Lion Man”. A própria dublagem, também prejudicou a série, ao cortar trilha sonora, em alguns episódios e até na variação de dubladores nos personagens principais.

“Fuun Lion Man”, já foi lançado no Japão, tanto em laser disc, como em dvd. A série, mesmo tendo um roteiro sério e tendo ótimos atores, infelizmente peca pela produção de baixo orçamento, tornando muitas vezes, inverossímil e até estragando, muitas vezes o clima que a série desejava passar.

Tendo quase metade de episódios, do que a série anterior, “Fuun Lion Man”, tem diversas mudanças bruscas de roteiro, parecendo que estava a todo custo a conquistar novos públicos, durante sua vinculação.

Uma coisa, que qualquer fã da série, nunca esquecerá, é quando Dan Shimaru se transforma em Lion Man. O foguete em suas costas, liga o fazendo voar até o sol, trazendo de volta como Lion Man. Outra coisa, inesquecível para fãs da série é o “Furacão Lion Man” que sempre utilizado por ele, quando derrota algum monstro de Mantor.

Para fãs, de novelas de samurai, ou mesmo mangas do tipo “Lobo Solitário” e “Blade – lâmina imortal”, vale de curiosidade o seriado “Fuun Lion Man,” por tornar os quadrinhos, quase real. Lion Man é uma serie que merecia ser retrabalhada com o publico brasileiro.

Fotos: Reprodução Web / Divulgação

Produzido por ©YAMATO CORPORATION - Conteúdo por ©YAMATO EDITORA - Design por ©T2 Studio - 2004/2009
Copyright: Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da ZN Editora.