Publicidade

 




"A Turma do Pica-Pau" e "Popeye" dão audiência na Record
05/11/2007
Escrito por: Túlipe Helena
Editado por: Cezar Jr.

Os clássicos do desenho animado "A Turma do Pica-Pau" e "Popeye" consolidam a vice-liderança da Record

Desde o ano passado, os desenhos exibidos pela Record têm incomodado a Rede Globo. Os levantamentos do Ibope apontam que os desenhos "A Turma do Pica-Pau" e "Popeye" garantem à emissora ótimos índices de audiência.

Na semana passada, os desenhos "A Turma do Pica-Pau" e "Popeye" consolidaram a vice-liderança isolada da TV Record.

Os desenhos, que foram ao ar das 19h08 às 19h55, registraram 15 pontos de média, pico de 16 e share de 22%. Foi a maior audiência desde a estréia desta faixa de desenhos.

Em outra faixa de horário, o desenho "A Turma do Pica-Pau" também ficou em segundo lugar de audiência, com oito pontos de média, pico de 13 e share de 13%, na faixa de horário das 18h43 às 19h05.

Sendo exibido das 13h23 às 15h02, os clássicos do desenho animado registraram oito pontos de média, pico de nove e share de 20%, também ficando na segunda colocação de audiência.

Nos dias do penúltimo final de semana, 20 e 21, os desenhos também ficaram isolados na vice-liderança do Ibope.

No domingo, dia 21, o programa "Record Kids" ficou com seis pontos de média, 10 de pico e 19% de share. O horário de exibição foi das 08h00 às 13h39. Neste período, a Rede Globo foi derrotada no ar por mais de uma hora.

Aproveitando o sucesso, a Universal Pictures decidiu lançar a coleção de DVDs "Coleção Clássica Pica Pau e Seus Amigos". Ao todo são oito DVDs e os três primeiros chegam às lojas em dezembro.

Saiba um pouco mais da história dos clássico do desenho animado

"A Turma do Pica-Pau"

O Pica-Pau foi um dos personagens de desenhos animados mais populares dos anos 40. O personagem foi criado por Walter Lantz com o objetivo de ser um adversário para o personagem Andy Panda. A princípio Bernie Kreisler, o chefe de departamento da Universal Estúdios, rejeitou o personagem. Por insistência de Walter Lantz, a Universal acabou produzindo o desenho, que se tornou um grande sucesso.

Depois do sucesso do Pica-Pau como coadjuvante no desenho do Andy Panda chamado "O Pica-Pau Ataca Novamente", "Knock Knock", eles resolveram elaborar um desenho onde o Pica-Pau apareceria sozinho e seria o astro.

Assim ele começou a ser chamodo de "Woody Woodpecker", que foi também o título do desenho animado.

Ao longo dos anos 50, o personagem Pica-Pau passou por diversas mudanças no seu visual, devido ao fato de muitos animadores trabalharem em seus desenhos. Na década de 60, o Pica-Pau ganhou seu próprio programa de TV chamado "O Show do Pica-Pau" ou "The Woody Woodpecker Show", que era exibido na rede de televisão ABC. Este programa chegou ao final em 1972.

Depois de 42 anos, 198 curtas, o personagem Pica-Pau se "aposentou" por algum tempo e retornou a TV com novos episódios em 1999.

Em 1999, a Universal Animation Studios lançou uma nova série de desenhos animados do Pica-Pau entitulada "O Novo Show do Pica-Pau", "The New Woody Woodpecker Show". Neste novo desenho foi utilizado o designer de 1947 para o Pica-Pau e seus amigos além da crianção de novos personagens. O desenho teve três temporadas, e depois deixou de ser produzido.

Dentre os dubladores que deram voz ao personagem no Brasil estão: Olney Cazarré, Garcia Júnior e Marco Antônio Costa, responsável pela voz do personagem nos novos episódios de 1999.

"Popeye"

O Popeye é um personagem clássico dos quadrinhos que surgiu em tiras de E. C. Segar em 1929. Ele é um marinheiro que tenta proteger sua namorada, Olívia Palito, das garras do personagem Brutus. Quando come espinafre, Popeye fica mais forte e é capaz de vencer qualquer desafio.

Dentre os muitos personagens que são coadjuvantes de Popeye estão: Gugu, que um bebê que mais tarde foi adotado por Popeye, seu pai, um velho teimoso que sempre se mete em encrencas, o comedor de hamburguer Dudu e a Bruxa do Mar. Alguns foram criados somente para os desenhos animados, como os quatro sobrinhos de Popeye e um amigo de Popeye chamado Shorty que ele conheceu quando entrou para marinha.

Os desenhos de Popeye foram produzidos pelos Fleischer Studios até 1942,depois passaram a ser produzidos pelos Famous Studios até o final dos anos 50. Na década de 60, os desenhos foram para a televisão, e passaram a ser produzidos pela King Features Syndicate TV. Durante a década de 70 Popeye foi para os estúdios da Hanna Barbera e foi lançado "O Novo Show de Popeye", "The All New Popeye Show", com o marinheiro em novas aventuras junto com a sua turma. Depois a Hanna Barbera lançou "Popeye e Filho", "Popeye and Son", em que Popeye se separou de Olívia, com quem gerou o seu filho Popeye Júnior. Este desenho não fez muito sucesso e teve somente uma temporada.

Em 1980, Popeye ganhou uma versão em "carne e osso" com o "Popeye", com direção de Robert Altman e roteiro de Jules Feiffer. A obra cinematográfica tem Robin Williams no papel de Popeye e Shelley Duvall no papel de Olívia Palito. Os fãs do desenho aprovaram o filme.

No ano de 2004, Popeye estreou em um filme de animação por computador de 40 minutos, "Popeye a Procura do Vovô", "Popeye's Voyage: The Quest for Pappy".

No Brasil, o personagem apareceu pela primeira vez em uma tira de quadrinho em 1936. Nesta época os personagens tiveram os seus nomes traduzidos nas primeiras edições. Popeye se chamava Brocoió, Olívia era Sarafina, Gugu se chamava Zezé e Dudu era o Pimpão. Porém os nomes não fizeram sucesso e acabaram mudando para os que são conhecidos até hoje em dia.

A voz mais conhecida de Popeye no Brasil é a do dublador Orlando Drummond Cardoso gravada nos estúdios da Herbert Richers.


Produzido por ©YAMATO CORPORATION - Conteúdo por ©YAMATO EDITORA - Design por ©T2 Studio - 2004/2009
Copyright: Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da ZN Editora.