Publicidade

 




Dublador evangélico se recusa a dublar personagem homossexual
04/03/2009
Escrito por: David Denis Lobão
Editado por: Tom Marques

A história ganhou ares de polêmica quando foi publicada na Folha de São Paulo. O ator brasileiro Marco Ribeiro, que normalmente é o dublador de Sean Penn no Brasil, se recusou a fazer a voz do vencedor do Oscar no filme “Milk- A Voz da Igualdade“. A matéria foi feita por Silas Martí, para a Folha de S.Paulo.

No filme, que rendeu o segundo Oscar na carreira de Penn, o ator interpreta Harvey Milk (1930-1978), ativista gay e primeiro homossexual a ser eleito para um cargo político nos EUA. “Não me sentia à vontade para fazer o filme“, afirmou Ribeiro, 38, que é também pastor evangélico, à Folha. “Não tive vontade porque tenho a voz envolvida com outras questões, assim como não faço determinados comerciais.”

“Não é que [Ribeiro] tenha algo contra homossexuais, é que as pessoas ao seu redor confundem sua profissão de ator com o lado religioso”, afirmou Marlene Costa, 55, diretora de dublagem de “Milk”, que substituiu Ribeiro pelo ator Alexandre Moreno.

Além de fazer a voz de Sean Penn, Ribeiro já dublou Tom Hanks, Jim Carrey e Antonio Banderas. Dentre seus personagens mais famosos estão Yusuke de “Yuyu Hakushô”, Evil Tiga em Ultraman Tiga, Dylan em “Barrados no baile”, Rafael em “Tartarugas Ninjas”, Woody (“Toy Story”), Flik (“Vida de Inseto”) e Bobby em “Animaniacs”.

imagem: divulgação

Produzido por ©YAMATO CORPORATION - Conteúdo por ©YAMATO EDITORA - Design por ©T2 Studio - 2004/2009
Copyright: Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da ZN Editora.