Incra agilizará desapropriação da Maisa até sexta

Até a sexta-feira, 12, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) no Rio Grande do Norte deverá apresentar posicionamento sobre a desapropriação da Maisa (Mossoró Agroindustrial S.A.).

O superintendente do órgão no Estado, César José de Oliveira, viaja amanhã para Brasília com o objetivo de agilizar o processo de posse das terras para realização do assentamento das famílias de trabalhadores rurais sem-terra.

Ele explica que o primeiro passo para a desapropriação já foi dado, com a publicação no Diário Oficial da União (D.O.U) reconhecendo a Maisa como área de interesse social para fins de reforma agrária.

“Resta agora apenas agilizar efetuar o pagamento dos títulos da dívida agrária e das benfeitorias existentes na propriedade para que as terras passem para o nome do Incra”, informou César José de Oliveira.

PARECER – O objetivo, segundo ele, é assentar cerca de mil famílias ainda este ano, o que deverá beneficiar 3.500 pessoas. A fazenda Maisa está localizada numa área de 19.700 hectares, entre os municípios de Mossoró e Baraúna.

Na próxima sexta-feira, César José estará em Mossoró onde apresentará parecer do governo federal sobre o prazo para pagamento dos Títulos das Dívidas Agrárias, os chamados TDAs, e das benfeitorias existentes na fazenda.

De toda a área da Maisa, cerca de 20% serão destinados à construção de escolas, centros de atendimento médico, entidades de amparo social e as próprias moradas dos assentados.

Atualmente a propriedade conta com cerca de 28 poços, mas muitos deles estão em péssimas condições de uso, desativados ou secos, restando assim cinco poços realmente aproveitáveis.

 .::HOME::.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EDITORIAS

Cotidiano

Economia

Esporte

Polícia

Política

Regional

Universo

OPINIÃO

Carol Fernandes

Cid Augusto

Editorial

Emery Costa

Giro pelo Estado

Laíre Rosado

Notas da Redação

Paulo Pinto

Pedro Carlos

Sérgio Chaves

Sérgio Oliveira

COLUNAS TEMÁTICAS

Assuntos do Comércio

Cinema em Foco

Direito em Pauta

Comentário Econômico

Mundo Digital

Nossa História

Charles Phelan

CIDADES

Alexandria

Areia Branca

Assu

Caraúbas

Macau

Médio Oeste

Patu

Pau dos Ferros

São Miguel

Umarizal

Vale do Apodi

SUPLEMENTOS

Empresa

Escola

Mais TV

EDIÇÕES ANTERIORES

ESPECIAIS

Chacina Prefeito

Barragem Santa Cruz

Vingt Neto

O JORNAL

Assinatura

Expediente

Histórico

Painel do Leitor

SERVIÇOS

102 ON-LINE

BANCO DO BRASIL

CAERN

CAIXA ECONÔMICA

COL. MOSSOROENSE

CORREIOS - CEP

COSERN

DETRAN

DICIONÁRIO ON-LINE

ESAM

FOLHA DIRIGIDA

GOVERNO DO ESTADO

HORÓSCOPO

IDEC

INDICADORES

RECEITA FEDERAL

TÁBUA DE MARÉS

TELEMAR

TRADUTOR ON-LINE

UERN

UFRN

 

 

 

 

 

 

ENQUETE

Você concorda com o programa Fome Zero?
Sim
Não
Votar
resultado parcial...

 

 

 

 

 

 

 

Mossoró-RN, de 2003