EDITORIAS

:: Cotidiano

:: Economia

:: Esporte

:: Polícia

:: Política

:: Regional

:: Universo

OPINIÃO

:: Notas da Redação

:: Laíre Rosado

:: Emery Costa

:: Cid Augusto

:: Sérgio Oliveira

:: De Olho na Mídia

SOCIAIS

:: Paulo Pinto

:: Carol Fernandes

:: Clickvip

:: Clube do Vaqueiro

SOCIAL-CIDADES

:: Alexandria

:: Almino Afonso

:: Apodi

:: Areia Branca

:: Assú

:: Caraúbas

:: Macau

:: Patu

:: Pau dos Ferros

:: São Miguel

:: Umarizal

O JORNAL

:: Assinatura

:: Expediente

:: Histórico

:: Painel do Leitor

TEMPO

COTAÇÕES

 

 

 

Pesquisadores descobrem que feijão pode matar ratos

 

Ratos, camundongo, catitas. Pouco importa o nome que se dá para esse bichinho nojento, que rói tudo – sapato, parede, panela, fazem uma lambuzeira danada. E quando a praga é grande, tem sempre um que inventa algum produto ou armadilha, prometendo acabar com os seus problemas.

Um cidadão desconhecido descobriu que feijão triturado mata ratos. "Fui pesquisar e descobri, através de um estudo na Universidade Federal de Pelotas", relata.

O feijão é um veneno infalível e sem contra-indicação para crianças, animais domésticos e enxeridos. "Funciona. Os ratos que driblavam os meus cães caíram na besteira de provar aquele montinho cheiroso e sedutor. Bastou provar para sentir-se "cheio", bem satisfeito com a degustação. “Foram dormir e quando acordaram estavam mortos”, disse o cidadão.

MODO DE PREPARO

A agrônoma Christiane Reygime disse que para preparar basta pegar uma xícara de qualquer feijão cru (sem lavar), colocar no multiprocessador, ou liquidificador (sem água), e triturar até virar uma farofa bem fina. Mas sem virar totalmente pó. Deve-se colocar em montinhos (uma colher de chá) nos cantos do chão, perto das portas e janelas, atrás da geladeira, do fogão, atrás de tudo. Até na entrada ou saída daquele cano que vem da rua e vai para o quintal ou do chão até ao apartamento.

O RATO MORRE

A agrônoma relata que o rato come a farofa. “Eles acham uma delícia. Depois, de barriga cheia, vão dormir. E aí é que eles se ‘ferram’. O organismo dele não digere o feijão (cru), causando envenenamento natural por fermentação. Os ratos morrem em até três dias", diz ela.

Um detalhe, segundo  Christiane Reygime, chama atenção. “Ao contrário dos tradicionais venenos, racumim, por exemplo, o rato morre e não contamina animais de estimação, que muitas vezes morrem por terem comido o rato envenenado. E a quantidade de feijão que ele ingeriu e morreu é insuficiente para matar um cão ou gato, mesmo porque estes gostam de matar para comer. Mas morto eles não comem.”

NÃO TEM CONTRA-INDICAÇÃO

A agrônoma diz que se tiver crianças pequenas (bebês) ainda engatinhando, que colocam tudo na boca, não faz mal algum, pois o feijão para o ser humano, mesmo cru, é digerido. 

Copyright,© 2000-2006 - Editora de Jornais Ltda - Todos os direitos reservados
Site melhor visualizado em 800x600

contador, formmail cgi, recursos de e-mail gratis para web site